Sociedade

Tese de aluno da UMinho vence prémio de 5 mil euros

Jorge Miguel Ribeiro, de 26 anos, foi distinguido com o Prémio Europeu Sousa Franco, que tem como objetivo premiar trabalhos que ajudem a aprofundar a cidadania europeia.
Versão para impressão
Jorge Miguel Ribeiro, de 26 anos, foi distinguido com o Prémio Europeu Sousa Franco, que tem como objetivo premiar trabalhos que ajudem a aprofundar a cidadania europeia. O galardão, no valor de 5.000 euros, será entregue oficialmente no dia 26 de Maio, na Reitoria da Universidade de Lisboa.

O trabalho distinguido tem como foco a tese de mestrado de Jorge, intitulada 'A mobilidade das sociedades no espaço europeu – a problemática da transferência transfronteiriça da sede', que traça o panorama da mobilidade das sociedades comerciais na União Europeia (UE) e faz uma avaliação das várias ordens jurídicas dos Estados-Membros nesta área e das decisões do Tribunal de Justiça da UE.

“Se há livre circulação de pessoas, bens e serviços no espaço europeu, deve também ser garantida a livre circulação e estabelecimento das empresas, através da criação de um modelo mais impulsionador do empreendedorismo, da inovação legislativa e da promoção do bem público”, explica o investigador, citado por um comunicado enviado pela Universidade do Minho (UM) ao Boas Notícias.

O investigador espera que as autoridades nacionais e supranacionais aceitem as sugestões. O júri que avaliou os trabalhos a concurso é composto pelo eurodeputado Ricardo Serrão Santos e pelos académicos Jorge Miranda e Germano Marques da Silva, que elogiaram a investigação, a pertinência do tema e o contributo para aprofundar a matéria, explica o mesmo comunicado.

Jorge Miguel Ribeiro, de 26 anos, concluiu agora o mestrado em Direito dos Contratos e da Empresa na UM, após ter feito o curso avançado em Direito da UE no King's College London e a licenciatura em Direito na Universidade Católica do Porto. Atualmente é investigador no Centro de Estudos em Direito da União Europeia (CEDU) e advogado, com escritório próprio.

Pela terceira vez consecutiva, o Prémio Sousa Franco vai para investigadores da UM. Este galardão premeia trabalhos inéditos realizados na área de Direito da UE, que ajudem a aprofundar a cidadania europeia.

Anualmente, concorrem cidadãos até aos 35 anos de idade, formados em Direito, que tenham nacionalidade portuguesa ou que estejam a viver no país ou que tenham um curso superior obtido em Portugal.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close