Ambiente

Tartaruga encontrada na Nazaré foi devolvida ao mar

A tartaruga marinha encontrada ferida na Nazaré no início de Abril foi, esta terça-feira, devolvida ao mar, depois de ter sido reabilitada
Versão para impressão
A tartaruga marinha encontrada ferida na Nazaré no início de Abril foi, esta terça-feira, devolvida ao mar. O animal, da espécie Dermochelys coriacea, foi reabilitado no Centro de Reabilitação de Animais Marinhos de Quiaios da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem (CramQ) e regressou agora ao seu habitat natural.
 
De acordo com uma nota publicada pelo CramQ, a tartaruga Raimunda, como foi batizada, foi recolhida por um pescador que a rebocou para o porto de pesca, apresentando, quando chegou ao Centro, vários ferimentos e encontrando-se muito debilitada.
 
Depois de ter sido encontrada, a tartaruga-de-couro foi submetida a diversas análises e “ao longo do seu internamento no CramQ, foi medicada e alimentada para ser possível devolvê-la à natureza o mais rapidamente possível”.

Passados dez dias, totalmente recuperada, Raimunda foi transportada para o porto de pesca da Figueira da Foz na traineira “Gaivota do Mondego”, que a devolveu ao mar após regressar de uma noite de safra.

 
Para ser possível continuar a acompanhar a evolução do estado de saúde do animal, “a tartaruga foi marcada com microchip e brincos de identificação”, acrescenta o CramQ, o único centro de reabilitação de fauna marinha existente no Centro de Portugal. A reabilitação da tartaruga contou também com o apoio dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, Macodal e cooperativa Centro Litoral OP.
 
Ainda segundo a nota do CramQ, esta espécie de tartaruga encontra-se protegida por lei e está classificada como “criticamente em perigo” pela União Internacional para a Conservação da Natureza, bem como na Directiva Habitats devido à redução da sua população. 
 
O CramQ mantém nas suas instalações vários outros animais em reabilitação, estando já programadas mais devoluções à Natureza. Este ano, já foram devolvidas ao seu habitat diversas aves marinhas.
 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close