Ambiente

Suíça: 30% prescindem do uso do automóvel

O número de cidadãos suíços que recorrem ao uso de transportes públicos em detrimento do uso do automóvel está a aumentar. Esta é a conclusão do estudo realizado pelo Instituto de Ciências Políticas da cidade de Lucerna. Basileia é a cidade onde a te
Versão para impressão
O número de cidadãos suíços que recorrem ao uso de transportes públicos em detrimento do uso do automóvel está a aumentar. Esta é a conclusão do estudo realizado pelo Instituto de Ciências Políticas da cidade de Lucerna. Basileia é a cidade onde a tendência é mais evidente: metade da sua população não utiliza veículos privados.

Em 1994, o número total de habitantes que renunciava ao uso do automóvel fixava-se nos 13 por cento. Atualmente, o valor corresponde a 30 por cento, o que significa que 300 mil pessoas circulam no país de bicicleta, a pé ou na rede de transportes públicos.

O Instituto que realizou o estudo é também responsável pelo Clube dos Suíços sem Carro (CAS), uma associação que integra o World Carfree Network.

Ressalva-se ainda que os cidadãos que não compram carro vão utilizando-o pontualmente, preferindo nesse caso alugar uma viatura.

Os habitantes que renunciam ao uso do veículo privado pertencem a uma elite urbana com rendimentos consideráveis e com formação superior, mais conscientes das questões ambientais.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close