Saúde

Sono: Dormir mais aumenta a tolerância à dor

Dormir mais horas traz outros benefícios além de nos manter mais despertos ao longo do dia. Um novo estudo realizado por investigadores norte-americanos concluiu que o sono pode aumentar a capacidade de lidar com a dor.
Versão para impressão
Dormir mais horas traz outros benefícios além de nos manter mais despertos ao longo do dia. Um novo estudo realizado por investigadores norte-americanos concluiu que o sono pode aumentar a capacidade de lidar com a dor.
 
Se já dorme, em média, oito horas por dia, “é provável que não precise de dormir mais”. Porém, “para as pessoas que não dormem horas suficientes de noite, dormir mais diminui a sensibilidade à dor”, explica Thomas Roth, diretor do Centro de Distúrbios do Sono do Henry Ford Hospital em Detroit, nos EUA, e o coordenador da investigação. 
 
Segundo o especialista, o sono ajuda a aumentar a tolerância a todo o tipo de dor, como, por exemplo, as dores de costas crónicas. O estudo, publicado na revista científica Sleep, analisou 18 adultos saudáveis com idades entre os 21 e os 35 anos e que não sentiam qualquer dor.
 
Metade dos participantes passou 10 horas na cama durante quatro noites, ao passo que a outra metade manteve o padrão habitual de sono. Os elementos do primeiro grupo, dormiram, assim, mais duas horas de sono do que habitualmente, obtendo uma média de 8,9 horas por noite contra 7,14 horas dos que continuaram a seguir o horário normal. 
 
Posteriormente, os investigadores avaliaram os níveis de dor suportados por cada um, calculando o tempo que conseguiam manter as mãos próximas de uma fonte de calor. Aqueles que dormiram mais horas mostraram uma tolerância à dor superior em 25% à dos elementos do segundo grupo.

De salientar que, segundo estudos anteriores, tal é comparável ao consumo de uma dose de 120mg por dia de codeína, um fármaco usado no tratamento da dor.
 

“Quando tinham dormido mais, os voluntários eram capazes de aguentar mais tempo antes de afastarem os dedos do calor”, explica Harley Greenberg, também investigador da área do sono, citado pelo portal WebMD. 
 
“Aplicar esta 'terapia' em pacientes com dor crónica poderá significar um grande avanço”, acrescenta, sublinhando ainda que o período do estudo foi breve e que dormir mais horas regularmente poderá, portanto, trazer benefícios adicionais.

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo publicado na Sleep (em inglês).

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close