Mundo

Solidariedade junta 400.000 euros para tratar menino

Alexander Novakovic, um menino inglês de sete anos diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, parte, esta segunda-feira, para Boston, nos EUA, onde vai dar início a um tratamento que poderá salvar-lhe a vida. Tudo graças à união da comunidade.
Versão para impressão
Alexander Novakovic, um menino inglês de sete anos diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, parte, esta segunda-feira, para Boston, nos EUA, onde vai dar início a um tratamento que poderá salvar-lhe a vida. Tudo graças à união da comunidade, que se mobilizou e, em pouco mais de uma semana, conseguiu juntar mais de 400.000 euros – um valor muito superior ao necessário para pagar a terapia, ainda pouco comum e muito cara.
 
“É fantástico [o que a população conseguiu]. Dá-me muita esperança e deixa-nos muito entusiasmados. O Alex está deliciado. Estou muito agradecida a todos aqueles que estão a ajudar o meu filho”, conta Jasmine Novakovic, a mãe do menino, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.
 
O pequeno Alex foi diagnosticado com um tumor cerebral em estado muito avançado no final do ano passado e, embora a taxa de sobrevivência fosse baixa, o menino respondeu bem à quimioterapia, o que fez com que, aconselhados pelos médicos, os pais decidissem tentar um tratamento inovador – a radioterapia de protões – com resultados, por norma, mais eficientes, e com menos consequências para os órgãos saudáveis.
 
Porém, os custos desta terapia disponível no Massachusetts General Hospital – que ascendem aos 300.000 euros – só puderam ser cobertos graças à solidariedade da comunidade local e de todo o país, que conseguiu, em 11 dias, depois de uma campanha lançada pela família de Alex, angariar não apenas o dinheiro necessário, mas muito mais.


Alex Novakovic fez a mala para viajar para a América esta segunda-feira e o momento foi partilhado pelos pais no Facebook
 

Várias celebridades – como, por exemplo, as cantoras Leona Lewis e Joss Stone – juntaram-se à causa, divulgando a história de Alex, a equipa de futebol de Aylesbury, onde o menino e os pais residem, angariou fundos no mais recente jogo da época, e os maratonistas de Londres procuraram patrocionadores para esta causa, desenvolvendo várias ações de recolha de donativos. 
 
Até Richard Branson, o magnata responsável pelo Grupo Virgin e um dos homens mais ricos do mundo, ofereceu à família os voos necessários para as viagens à América depois de ter tomado conhecimento da situação, conta o Daily Mail. 
 
Pouco mais de uma semana decorrida desde o início da campanha, a família de Alex Novakovic juntou já 418.000 euros. Destes, pelo menos cerca de 260.000 serão destinados a uma terapia de seis semanas, servindo o restante para pagar os cuidados hospitalares adicionais e outras despesas médicas necessárias de futuro. 
 
“O voo do Alex está marcado para esta segunda-feira e a primeira consulta no hospital será na terça-feira. Obrigado a todos. Por favor, mantenham-no nos vossos pensamentos e continuem a rezar por ele”, apelaram, este domingo, os seus progenitores na página oficial da campanha no Facebook
 
De acordo com os pais da criança, a campanha vai continuar a decorrer durante o tratamento para sustentar as “faturas” do hospital e, caso sobre dinheiro no final da terapia, este será dirigido à instituição de cariedade britânica Kids'n'Cancer com vista a ajudar outros meninos com cancro.

Clique AQUI para aceder ao site da campanha Alexander's Fund e saber mais sobre a história de Alex.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close