Inovação e Tecnologia

Software português vai ser utilizado pela NATO

O software "SAFEPORT", desenvolvido pela empresa portuguesa Edisoft, vai ser utilizado pela NATO. O programa informático permite dar apoio a operações navais e manter a atividade portuária normal.
Versão para impressão
O “SAFEPORT”, desenvolvido pela empresa portuguesa Edisoft, vai ser utilizado pela NATO. O programa informático permite dar apoio a operações navais e manter a atividade portuária normal.
 
Este software com selo português, desenvolvido pela Edisoft em parceria com a Marinha e com as Universidades de Lisboa, Porto e Évora, vai ser utilizado no futuro pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) . 
 
O software insere-se no quadro do Programa de Defesa contra o Terrorismo da Aliança Atlântica, que foi proposto a Portugal e financiado pela NATO em cerca de dois milhões de euros.

De acordo com a Lusa, o sistema informático português tem como objetivo “aumentar o nível de proteção de forças expedicionárias em portos e permitir, simultaneamente, manter a atividade portuária normal”.
 

Um protótipo do “SAFEPORT” já foi apresentado no quartel-general da organização, em Bruxelas.
 
Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close