Fitness & Bem-estar

Site inglês diz que beleza do Alentejo é “uma loucura”

O portal inglês AOL elegeu o Alentejo como uma "alternativa maravilhosa para fazer turismo". A Amieira Marina, situada no Lago Alqueva, e a cidade de Évora merecem destaque pela sua beleza e tranquilidade.
Versão para impressão
O portal inglês AOL elegeu o Alentejo como uma “alternativa maravilhosa para fazer turismo”. A Amieira Marina, situada no Lago Alqueva, e a cidade de Évora merecem destaque sobretudo pela sua beleza e tranquilidade.
 
Com uma população de apenas 700 mil habitantes, a região alentejana é vista como uma opção diferente do habitual destino favorito dos britânicos: o Algarve.
 
“Não há praticamente uma alma ao redor, e este consolo continua durante todo a estadia”, pode ler-se no artigo, que descreve o Alentejo como sendo uma “loucura” em termos de beleza. 

O Lago do Alqueva, o maior lago artificial da Europa, é considerado como um “paraíso aquático” onde se pode ter aulas de vela e fazer um “calmo passeio” de barco.

 
A jornalista Melinda Rogers destaca ainda a “abundância de paisagens fascinantes” e a renovada aldeia da Luz, cujo território foi submerso pelas águas da Barragem do Alqueva em 2002.

Aldeia da Luz e Reserva Dark Sky cativam jornalista
 

“A reconstruída aldeia da Luz é uma surpresa” e tem um “museu fascinante” onde, através de uma exibição de fotografias dos habitantes, se pode conhecer o antes e o depois de a água ter invadido a pequena vila.
 
“Moinhos de vento e até mesmo um castelo estão agora submersos nas profundezas do Lago, o sonho de qualquer mergulhador”, escreve Melinda. Também a vila de Monsaraz foi alvo de elogios por “ter incríveis vistas panorâmicas sobre toda a região”.
 
Ainda no Alqueva, a reserva Dark Sky cativou a jornalista britânica que “através de telescópios de alta tecnologia emprestados pelos hotéis da região” ficou “surpreendida por ser capaz de ver os anéis de Saturno como se entrasse dentro deles”.
 
Évora, considerada património da UNESCO, é retratada como uma “grande mistura de ruínas romanas, medievais, paredes a desmoronar, estruturas megalíticas e até palácios do século XVII”. Aqui a principal atração foi a cortiça, “vai encontrar sacos de cortiça, tapetes, carteiras, chapéus e roupas…até há um vestido de noiva”.
 
A visita a Évora terminou na Capela dos Ossos, que foi considerada um dos locais mais “estranhos” que a jornalista britânica já visitou.
 
Na conclusão do artigo, Melinda Rogers afirma que “o estilo de vida calmo, a história fascinante, as belas paisagens, o céu estrelado e a tranquilidade dos habitantes tornam o Alentejo um lugar inesquecível e traz uma agradável mudança dos habituais destinos mais turísticos da Europa”.

Clique AQUI para ler o artigo completo (em inglês).

Notícia sugerida por Maria da Luz

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close