Sociedade

Sintra dispensa luzes de Natal e apoia carenciados

Colares, Rio de Mouro e São Marcos são algumas das juntas de freguesia que vão abdicar da iluminação de Natal para comprarem bens alimentares e prestar apoio a famílias carenciadas, dando assim resposta aos pedidos crescentes de ajuda naquela região.
Versão para impressão
Colares, Rio de Mouro e São Marcos são algumas das juntas de freguesia que vão abdicar da iluminação de Natal para comprarem bens alimentares e prestar apoio a famílias carenciadas, dando assim resposta aos pedidos crescentes de ajuda naquela região.

“Em Rio de Mouro não vai haver iluminação porque vamos entregar cabazes a 120 carenciados. Tem havido muitos pedidos de ajuda a nível de medicamentos e de alimentação. Há muita gente a perder subsídios e, perdendo esses rendimentos, aumentam as suas necessidades”, disse à agência Lusa o presidente da junta, Filipe Santos.

Nuno Anselmo, dirigente da junta de São Marcos, defende a mesma posição: “Não se compadece estar a gastar dinheiro em iluminações de Natal numa altura destas. Noutros anos pedimos a participação do comércio local, mas este ano já não pedimos. Prefiro usar o dinheiro para a ação social”, explicou.

Em Colares, a verba habitualmente destinada às decorações de Natal também vai ser canalizada para a oferenda de cabazes alimentícios às famílias mais pobres. Para Rui Franco dos Santos, é preferível “iluminar os lares das pessoas que necessitam”.

[Notícia sugerida pelo utilizador Bruno Melo]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close