Saúde

Sexo ajuda a combater enxaquecas

Afinal, as dores de cabeça já não devem ser uma desculpa para escapar ao sexo - pelo contrário. Uma equipa de neurologistas alemães concluiu que a atividade sexual pode conduzir "a uma melhoria parcial ou total" dos sintomas.
Versão para impressão
Afinal, as dores de cabeça já não devem ser uma desculpa para escapar ao sexo – pelo contrário. Uma equipa de neurologistas alemães concluiu que a atividade sexual pode conduzir “a uma melhoria parcial ou total” dos sintomas, aliviando as dores de cabeça durante os episódios mais violentos do problema.
 
De acordo com um estudo realizado pelos especialistas da Universidade de Munster, na Alemanhã, cujos resultados foram publicados na revista científica Cephalagia, fazer amor pode ser mais eficaz do que tomar analgésicos para ajudar a atenuar as dores de cabeça.
 
Os investigadores enviaram um questionário anónimo a 800 pacientes que sofrem de enxaquecas, escolhidos aleatoriamente, e a 200 pacientes que costumam sofrer de dores de cabeça localizadas.
 
As questões incidiam sobre a existência ou não de atividade sexual durante os episódios de enxaquecas e o impacto da mesma na intensidade da dor de cabeça. 
 
Os investigadores analisaram, então, as suas respostas e constataram que mais de metade dos pacientes com enxaquecas que fizeram sexo durante um episódio experimentaram uma melhoria significativa nos sintomas.

Atividade sexual já é usada como “ferramenta terapêutica”
 

Um em cada cinco pacientes relatou o desaparecimento completo da dor, enquanto outros, em particular os homens que sofriam do problema, confessaram mesmo “usar a atividade sexual como uma ferramenta terapêutica”, apontaram os cientistas. 
 
A equipa explicou que o alívio dos sintomas da enxaqueca pode estar relacionado com o facto de o sexo desencadear a libertação de endorfinas, os “analgésicos naturais” do organismo, no sistema nervoso central, o que pode reduzir ou mesmo eliminar as dores de cabeça.
 
“A maioria dos pacientes com enxaqueca não tem atividade sexual durante os ataques. Os nossos dados sugerem, porém, que o sexo pode conduzir a um alívio total ou parcial das dores de cabeça em alguns dos doentes”, salientaram os investigadores. 
 
Além disso, frisaram, “os resultados mostram que a atividade sexual durante um episódio de enxaqueca pode mesmo travar o ataque em alguns dos casos e que fazer sexo com dor de cabeça não é um comportamento raro”. Aliás, o sexo é mesmo utilizado “como uma terapia contra as enxaquecas por alguns pacientes”, concluíram.

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês).

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close