Mundo

Serra Leoa: Charles Taylor culpado de crimes de guerra

O antigo presidente da Libéria Charles Taylor foi, esta quinta-feira, considerado culpado de crimes cometidos durante a guerra civil na Serra Leoa (1991-2001).
Versão para impressão
Esta quinta-feira, o antigo presidente da Libéria, Charles Taylor, foi considerado culpado de crimes cometidos durante a guerra civil na Serra Leoa (1991-2001), anunciou o Tribunal Internacional Especial para a Serra Leoa, num veredicto que já está a ser considerado histórico. A sentença é conhecida dia 30 de Maio.

O Tribunal considerou Taylor culpado de ter apoiado os rebeldes da Serra Leoa, que mataram cerca de 50 mil pessoas, mas não de ter ordenado os crimes ou de controlar os atos dos rebeldes.

“O tribunal reconhece que é culpado de ter ajudado e encorajado os seguintes crimes”, declarou o juiz Richard Lussick, em Haia, antes de enumerar as 11 acusações, incluindo violação, assassínio e atos desumanos. A leitura da sentença ficou marcada para dia 30 de Maio de 2012.

Charles Taylor, de 64 anos, é assim o primeiro ex-chefe de Estado africano condenado por um tribunal internacional e o primeiro de todo o mundo a ser considerado culpado, depois do julgamento de Nuremberga (que condenou crimes cometidos na II Guerra Mundial).

O TPI – que neste processo contou com o apoio das Nações Unidas – demorou quase cinco anos a analisar as acusações contra Charles Taylor. Um porta-voz do ministério britânico dos Negócios Estrangeiros afirmou à Agência France Press (AFP), que o ex-Presidente da Libéria irá cumprir pena numa prisão britânica.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close