Negócios e Empreendorismo

Ryanair volta a recrutar em Portugal

A companhia aérea Ryanair está à procura de 200 assistentes e comissários de bordo em Portugal e em mais dois países. O processo de recrutamento decorre até 19 de Abril, em Lisboa e no Porto
Versão para impressão
A companhia aérea Ryanair está à procura de 200 assistentes e comissários de bordo em Portugal e em mais dois países. O processo de recrutamento começa esta sexta-feira em Lisboa e prosseguirá com várias sessões de “Open Days” até ao dia 19 de Abril, passando também pela cidade do Porto.

De acordo com informação disponibilizada num PDF da página da Groundlink, responsável pela contratação de assistentes e comissários de bordo para a companhia aérea low cost, estas sessões têm por objetivo recrutar candidatos para os cursos de formação da Ryanair.

Os candidatos selecionados para os cursos de formação pagam 500 euros de inscrição (não reembolsável). Já o valor do curso em si será devolvido aos participantes que não forem selecionados para integrar a empresa.

O curso inclui processo administrativo, manual de preparação, processo de cartão de aceso para zonas restritas de aeroporto e tem um custo de 1.649 euros (se for pago de uma só vez) ou de 2.249 euros para quem optar pelo pagamento faseado.

Os candidatos podem ainda optar, se desejarem, pelo alojamento que terá um custo de 700 euros. A Groundlink afirma que garante aos candidatos “todas as condições para que tenham uma formação de qualidade”. A empresa explica no seu site oficial que “firmou uma parceria com a Estalagem de Sangalhos (distrito de Aveiro), que tem ótimas condições”. 

Salário de 1.200 euros mais percentagem de vendas

Quanto a salários, a Groundlink refere uma remuneração média de 1.200 euros mensais líquidos para um tripulante junior. Mensalmente será ainda paga a percentagem de vendas a bordo.

Nos “Open Days” os candidatos às vagas poderão conhecer a companhia e obter informações sobre os salários, regalias, direitos e deveres enquanto possíveis assistentes e comissários de bordo.

 
Após esta primeira fase, a empresa entra em contacto com as candidaturas aprovadas para uma fase de entrevistas pessoais onde será avaliado o nível oral de inglês, o comportamento social, a motivação para o trabalho e uma análise breve do curriculum vitae, antes do arranque do curso.
 
Depois de um período de duas semanas, os candidatos recebem um e-mail com o resultado da entrevista e, caso sejam aprovados, com informações sobre a formação promovida pela Groundlink.
 
Clique AQUI para aceder à página de recrutamento, onde poderá obter mais informações e efetuar a sua candidatura.

[Notícia atualizada às 15h de 22/02/2013 com informação sobre os custos do curso de formação]

[Notícia sugerida por Lídia Diniz]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close