Cultura

Rússia: Fado de Coimbra inspira ópera

NULL
Versão para impressão
Inspirada no fado de Coimbra, um professor russo compôs uma ópera, “Evgenie Zavojsky ” (em português, a “Época da Ressonância Paradoxal”). A estreia ocorreu na última quinta-feira, dia 23 de junho, na cidade de Kazan, capital da Tartária, na república da Federação da Rússia.
  
A peça musical “Época da Ressonância Paradoxal” foi composta por Nikolay Silkin, professor de eletrotecnia quântica e radio espetrologia da Universidade de Kazan. A ópera começa ao som do “Fado fadinho” interpretado por Lolita Torres, mas toda a obra é composta tendo como modelo a canção tradicional portuguesa.

A inspiração na tradição coimbrã, para a escrita da peça musical, tem a ver com o facto da cidade portuguesa ser um importante centro universitário. Os cantores são todos membros de grupos corais estudantis da cidade de Kazan.

“Kazan pode transformar-se num dos centros da ópera-fado, porque aqui está concentrado um riquíssimo folclore de cientistas e estudantes”, avançou o encenador da obra, o conceituado Eduard Treskin, à agência noticiosa Tatar-inform, segundo a Lusa.

O texto da ópera foi escrito com base no folclore de estudantes e professores de universidades russas como as de Moscovo, Kazan e São Petersburgo. Segundo a imprensa local, o espetáculo foi bem recebido pelos numerosos espetadores.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da universidade de Kazan (em russo).

[Noticia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close