Desporto

Rui Bragança: Um vencedor e um exemplo a seguir

NULL
Versão para impressão

Rui Bragança tem apenas 19 anos mas já leva na bagagem vitórias importantes. O atleta português sagrou-se, em maio, vice-campeão do mundo de taekwondo, na Coreia do Sul, tendo sido o primeiro praticante nacional a conquistar uma medalha no Campeonato do Mundo da modalidade. Além disso ainda tem tempo para estudar, encontrando-se atualmente no 2º ano de medicina. Numa entrevista ao Boas Notícias, o atleta explica os desafios e as recompensas da sua modalidade.

Estava à espera de conseguir um resultado tão positivo no campeonato da Coreia do sul?
Este resultado foi uma coisa da qual eu não estava à espera, pelo menos não à primeira vez que lá ia. De certa forma, isto veio ajudar a consolidar a época fantástica que eu e os meus colegas temos vindo a fazer, e mostrar-nos que tudo aquilo que investimos do nosso bolso para ir às provas lá fora e o treinar todos os dias às 6h30 da manhã e as 17h30 da tarde compensa, e que o devemos continuar a fazer pois está a dar resultados!

É difícil apostar nesta modalidade em Portugal?
Em Portugal, é muito complicado evoluir num desporto sem sermos nós próprios a investir na nossa formação (e por formação digo estágios fora do país, ir às provas nacionais e internacionais etc.) pois praticamente ninguém está interessado em apoiar o desporto, além do futebol, claro, onde podem estar nas divisões distritais que têm pelo menos uma carrinha do clube e equipamentos.

Há poucos apoios/patrocínios?
Eu e os meus colegas já conseguimos alguns patrocínios através de familiares e amigos (a empresa Só Fritar, Neuvera, Lojas Impacto e Lb Informática) e estamos-lhes muito agradecidos por isso, pois se não fosse pela ajuda que eles, a Universidade do Minho, o Dr. Carlos Rio e Dr. Jorge Silvério entre outros, nos deram teria sido impossível sequer ir às provas internacionais, quanto mais alcançar os resultados e a aprendizagem que conseguimos.

Pensa que este prémio vai contribuir para a divulgação da modalidade no país?
Eu acredito que sim, pois até agora, já houve alguns grandes resultados no Taekwondo Português (temos um campeão da Europa de Sub-21 por exemplo) ao qual pouca importância foi dada, e agora este prémio saiu em vários telejornais e jornais desportivos. Fui até congratulado pelo Presidente da República, que foi algo no qual eu nunca tinha pensado sequer e espero sinceramente que toda esta divulgação venha ajudar o Taekwondo em Portugal.

Quais serão as próximas competições importantes?

As próximas competições vão ser o Pré-Olimpico Mundial e depois espero que sejam as Universiadas.

Mafalda Almeida

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close