Mundo

Restaurante: 50% de desconto a quem desligar o telemóvel

Em Israel, perto de Jerusalém, um restaurante oferece 50% de desconto aos clientes que desligam o telemóvel enquanto ali estiverem. A iniciativa é do proprietário, Jawdat Ibrahim, para quem os smartphones vieram destruir a experiência de se ir comer
Versão para impressão
Em Israel, perto de Jerusalém, um restaurante oferece 50% de desconto aos clientes que desligam o telemóvel enquanto ali estiverem. A iniciativa é do proprietário, Jawdat Ibrahim, para quem os smartphones vieram destruir a experiência de se ir comer fora. 
 
A missão de Ibrahim é apenas uma: recuperar a tradição gastronómica que é estar à mesa, fora de casa. Para isso, faz a seguinte proposta aos clientes: quem desligar o telemóvel recebe 50% de desconto na refeição.
 
O objetivo é fazer com que as pessoas voltem a aproveitar a companhia umas das outras e, ao mesmo tempo, apreciem ao máximo a comida que lhes é servida no prato. “Sei que vou mudar alguma coisa. Pode ser algo pequeno mas, a seu tempo, é mais um passo para recuperar a cultura de se estar à mesa”, refere o gerente, citado pela ABC News.
 
Para Ibrahim, os smartphones vieram destruir a experiência de partilhar uma refeição, pelo que espera que, com estes generosos descontos, as pessoas relembrem os tempos em que iam a um restaurante pela companhia, pela conversa e pela comida. 
 
Localizado a 10 quilómetros de Jerusalém, o espaço do empresário dá-se a conhecer pelo nome Abu Gosh desde 1993, ano em que Ibrahim ganhou a lotaria e decidiu investir num estabelecimento de restauração. Desde então, tem assistido a uma crescente obsessão dos clientes pelos telemóveis que, quanto mais sofisticados, mais interferem no convívio à mesa. 
 
Prova disso é o silêncio que nota entre grupos de amigos e casais que ali vão comer e que permanecem calados durante toda a refeição.
 
“A tecnologia é ótima. Não digo o contrário. Mas quando se está à mesa, a comer, e especialmente quando se está com a família e os amigos, há que esperar meia hora, aproveitar a comida e a companhia”, defende.
 
Segundo o mesmo, todos os clientes que ali têm ido desde que arrancou com a campanha têm aderido à oferta, tendo a única exceção sido um membro de uma estação de televisão que precisou do telemóvel para questões inadiáveis de trabalho.
 
Além disso, conseguiu ainda angariar todo um novo lote de novos clientes. “Há pessoas a vir de Jerusalém, de Tel Aviv… E todas com um lema em comum: o telemóvel não é bem-vindo à mesa”. 
 
Por isso, no Abu Gosh, meter o telefone no silêncio não é suficiente para aqueles que quiserem aproveitar a oferta. Há que desligar mesmo os equipamentos, para que ninguém caia na tentação de mandar mensagens ou ir espreitar as redes sociais.

Notícia sugerida por Vítor Fernandes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close