Ambiente

Repovoamento de animais na Tanzânia

O maior programa de repovoamento animal em África dos últimos 50 anos está, atualmente, em curso. Ao todo, 32 rinocerontes pretos serão transportados desde a África do Sul até à Tanzânia, região de onde a espécie é natural e onde foi praticamente ext
Versão para impressão
O maior programa de repovoamento animal em África dos últimos 50 anos está, atualmente, em curso. Ao todo, 32 rinocerontes pretos serão transportados desde a África do Sul até à Tanzânia, região de onde a espécie é natural e onde foi praticamente extinta nas décadas de 70 e 80, devido à caça ilegal.  

Os animais serão acolhidos pelo Parque do Serengueti, juntando-se aos outros 70 que ainda existem na Tanzânia. Espera-se que, desta forma, os rinocerontes pretos possam reproduzir-se e garantir a sobrevivência da rara espécie.
 
“Agradeço muito profundamente a todos os que uniram esforços pela conservação da vida animal selvagem da Tanzânia ao longo de todos estes anos”, declarou o presidente daquele país, Jakaya Kikwete, à Agence France-Presse. “Este acontecimento lembra-nos os erros do passado e dá-nos uma lição acerca do que devemos fazer para que nada semelhante volte a acontecer”, acrescentou.

No mundo inteiro, existem apenas 700 exemplares de rinocerontes pretos. Em 1991, restavam dois rinocerontes da espécie no Parque de Serengueti.

Por isso, espera-se que esta iniciativa reanime não só a Tanzânia em termos da sua biodiversidade, mas também da imagem que a região passa a nível internacional: “Esta ação vai de encontro ao que se pretende que seja o Renascimento Africano, já que estes animais contribuem para o desenvolvimento económico através do turismo e da proteção do nosso capital nacional”, disse o Ministro do Ambiente sul-africano, Buyelwa Sonjica.



Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close