Sociedade

Relatos de violência doméstica diminuem em Portugal

NULL
Versão para impressão
Segundo o relatório divulgado na quinta-feira pela Amnistia Internacional, os relatos de violência doméstica diminuíram em Portugal no ano passado. Em 2010, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) registou 15.236 denúncias, face às 15.904 registadas em 2009.

A Amnistia Internacional crê que as medidas adotadas em abril do ano passado – nomeadamente o programa de vigilância eletrónica – para proteger as mulheres contra a violência doméstica terão originado esta “pequena redução” em relação a 2009.

Além disso, foi reconhecido por lei “que as vítimas tinham direito a receber informação, proteção, abrigo, assistência financeira e de outra natureza”, refere o documento.

Em contrapartida, o número de homicídios aumentou: de acordo com os dados da organização União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), foram registados 43 casos em 2010, mais 14 do que no ano anterior.

A Amnistia alerta também para o facto de as denúncias de maus-tratos cometidos por agentes policiais continuaram a não ser investigadas de maneira imediata, aprofundada e imparcial.

“Em pelo menos dois casos, as investigações dessas denúncias não fizeram quase nenhum progresso, anos depois de os factos terem ocorrido”, lê-se no documento.

A Amnistia Internacional é um movimento mundial que conta com mais de três milhões de apoiantes, membros e ativistas que realizam campanhas para que os direitos humanos sejam reconhecidos, respeitado e protegidos internacionalmente.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close