Negócios e Empreendorismo

Regiões vinícolas do Douro e Porto premiadas lá fora

As regiões vinícolas do Porto e Douro acabam de ser distinguidas com o prémio "Wine Village of The Year 2012", atribuído pelo maior clube de vinhos do mundo, o sueco Munskänkarna.
Versão para impressão
As regiões vinícolas do Porto e Douro acabam de ser distinguidas com o prémio “Wine Village of The Year 2012”, atribuído pelo maior clube de vinhos do mundo, o sueco Munskänkarna. O galardão vai ser entregue no dia 6 de Fevereiro, pelas 18.00h, nas instalações do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto – IVDP, na cidade Invicta.
 
Esta distinção, que premeia as melhores “aldeias” ou regiões vinícolas a nível mundial, vai contribuir para promover os vinhos do Douro e do Porto, e os vinhos portugueses em geral, não só no mercado sueco mas também nas várias secções do clube, junto dos seus mais de 24.000 membros e consumidores de vinho, meios de comunicação social, importadores e distribuidores.
 
Durante o ano de 2013, os sócios do Munskänkarna vão ser incentivados a viajar pelo Porto e pelo Douro e a aprofundarem o conhecimento sobre os vinhos destas regiões. Em colaboração com o IVDP e a ViniPortugal vai ser disponibiliza, no site do clube, informação sobre estes locais.
 
Entre as informações estarão dados sobre hotéis, restaurantes, adegas para visitas, entre outros, designadamente sobre enoturismo, ao passo que os operadores turísticos das regiões vão garantir a organização de um número de viagens de grupo por aqueles locais. 
 
Manuel Novaes Cabral, presidente do IVDP, congratulou-se com o prémio. “É com muito orgulhoso que o Porto e o Douro recebem esta distinção, que enaltece os vinhos portugueses, promove a mais antiga região vinícola do mundo, que tem sido reconhecida pela crítica internacional, e a cidade que empresta o seu nome ao vinho do Porto”, afirmou, em comunicado enviado ao Boas Notícias.
 
De acordo com Novaes Cabral, “esta designação constitui, em simultâneo, uma boa oportunidade para projetar os vinhos do Porto e do Douro em mercados internacionais, em particular no mercado sueco, numa altura em que a crescente orientação para o exterior se afirma a melhor estratégia a seguir pelos produtores nacionais”. 

Vinho português tem crescido no mercado sueco
 

Já para Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, “o crescimento de 7,5% do vinho português no mercado sueco, até Setembro de 2012, confirma que os produtores nacionais têm sabido aproveitar as oportunidades que lhes têm sido proporcionadas nos mercados nórdicos”.
 
O responsável adiantou ainda que, este ano, a ViniPortugal vai investir 200 mil euros neste mercado, uma vez que, apesar das restrições dos monopólios no retalho, administrados pelo Estado, existe potencial de crescimento e fortalecimento da presença dos vinhos portugueses”. 
 
Após a cerimónia de entrega da distinção, no dia 6 de Fevereiro, os membros da direção do Munskänkarna permanecerão em Portugal para acompanhar o primeiro dia do evento Essência do Vinho, degustar vários vinhos portugueses e contactar com produtores.
 
Mais tarde, no dia 8 de Fevereiro, partirão para umaviagem de dois dias pela região do Douro, onde terão oportunidade de visitar várias quintas produtoras de vinho do Douro e do Porto.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close