Sociedade

Re-food: Recolha de sobras já deu 6.000 refeições

NULL
Versão para impressão

Recolher as sobras de refeições dos restaurantes e redirecionar esses alimentos para quem mais precisa é o objetivo da Re-food. Em apenas 6 meses, a organização sem fins lucrativos já providenciou cerca de 6.000 refeições, em Lisboa, com um orçamento de apenas 600 euros.

O projeto Re-food foi criado por um grupo de voluntários com a missão de redirecionar sobras de refeições para pessoas que passam fome, explica a página oficial da organização.

O objetivo é diminuir a fome no ambiente urbano ao “entregar” sobras de refeições diretamente às pessoas carenciadas que se encontram mais próximas das fontes de doações.

O Re-food teve início em 2010, em sete quarteirões da junta de freguesia de Nossa Senhora de Fátima, e pretende agora estender-se a outras freguesias. Atualmente conta com cerca de 30 restaurantes aderentes.

A angariação e distribuição

A Re-food criou uma “Ponte humana” que liga quem tem uma “sobra diária”, com quem tem uma “necessidade diária”. As entregas são feitas a pé ou de bicicleta.

O grupo de jovens voluntários responsáveis pela iniciativa em Portugal ganhou o “Prémio Voluntariado Jovem Montepio” entre 121 ideias de voluntariado que foram a concurso.  

Através desta iniciativa, a organização tem como objetivo transformar Lisboa na primeira capital europeia sem desperdício alimentar.

Clique AQUI para conhecer o projeto.

[Notícia sugerida por Rita Lemos] 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close