Fitness & Bem-estar

PSP ensina a caçar Pokemons em segurança

Não é uma enfermidade, mas a verdade é que está a afetar toda a população, incluindo os que não têm smartphone ou interesse no jogo, e nem a PSP saiu imune.
Versão para impressão
Nas redes sociais e nos meios de comunicação chamam-lhe “a febre dos Pokemons”. Não é uma enfermidade, mas a verdade é que está a afetar grande parte da população e nem a PSP ficou imune.

O Pokemon Go é um jogo para o telemóvel que obriga o utilizador a ir para a rua para “apanhar” pokemons e passar por alguns pontos de referência onde, habitualmente, se encontram outros jogadores.

É um jogo simples onde basicamente se coleciona criaturas virtuais, mas pela própria simplicidade, pelo facto de se poder jogar em qualquer altura e pela componente social, tem registado um sucesso viral.

 
No Facebook já há grupos para jogadores de Pokemon Go em Portugal e meetups (encontros) planeados em todo o país. O primeiro encontro de Lisboa, agendado para 29 de Julho pelas 17h45, já conta com mais de 4.000 interessados e consiste numa caminhada com duração de uma hora.

E foi também no Facebook que a PSP publicou uma mensagem com algumas regras e avisos para jogadores de Pokemon Go.

 
Três horas depois da PSP fazer a publicação, a mensagem já conta com mais de 8 mil gostos e 10 mil partilhas. As reações dos portugueses parecem ser, na sua maioria, positivas, com vários comentários a elogiar a “excelente iniciativa” e a “grande atitude da PSP”.
 
À primeira vista, os conselhos parecem ser óbvios, mas como a própria polícia comunica, “já ocorreram alguns incidentes, lesões graves e até alguns crimes” relacionados com o jogo.

Em alguns países, a febre do jogo levou jogadores a invadirem propriedades privadas, em busca de pokemons, e nos EUA há registo de pessoas que foram atraídas a certos locais, na esperança de apanhar os famosos bonecos, para depois serem vítimas de assaltos.

Para evitar estas situações, a PSP pede aos jogadores para estarem sempre atentos ao que os rodeia e para andarem em pares ou grupos.

 
Pode ver o post original abaixo. 
 

Notícia sugerida por António Resende

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close