Ciência

Projeto vai estudar emoção da música portuguesa

Um projeto pioneiro do Laboratório de Expressão Facial (FEElab/UFP) da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Fernando Pessoa (UFP), no Porto, vai estudar, a partir de Janeiro, a emoção da música portuguesa.
Versão para impressão
Um projeto pioneiro do Laboratório de Expressão Facial (FEElab/UFP) da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Fernando Pessoa (UFP), no Porto, vai estudar, a partir de Janeiro, a emoção da música portuguesa. 
 
De acordo com o portal Local.pt, que avança a notícia, este trabalho de investigação, denominado “EmoMúsica”, integra um projeto mais amplo, o “FACE”, lançado em 2009 por aquele laboratório, que vai permitir cartografar, ao nível neuropsicofisiológico, a expressão facial dos portugueses, com recurso a tecnologia de imagiologia.
 
Segundo Freitas-Magalhães, diretor do organismo, o projeto visa “mapear a emocionalidade nos diversos tipos de música portuguesa e qual a sua função no contexto da comunicação e das interações sociais”.
 
“A música é uma dimensão de interação humana, e de partilha de emoções, e identificar e reconhecer o conteúdo emocional que a impregna é, certamente, compreender a matriz portuguesa”, enfatizou o responsável durante a apresentação do projeto.
 
Entre as temáticas que vão ser analisadas estão, por exemplo, as raízes emocionais da evolução da música, a contribuição da música na produção das emoções, a emoção de interação e as reações do ouvinte à música ou a interpretação emocional da voz.
 
Os investigadores pretendem que os resultados sejam um contributo para a constituição de um banco de dados de expressão facial disponível para as mais diversas aplicações sociais como, por exemplo, na saúde, na justiça e na educação.
 
“No final de uma década de estudo da emoção dos portugueses, que terminará em 2019, será possível traçar um retrato emocional de Portugal”, concluiu o diretor do FEELab/UFP, que considera o “EmoMúsica” um “contributo indispensável” para o fazer. 
 
O Laboratório de Expressão Facial da Emoção, fundado em 2003, é o único do género no nosso país, sendo que o “pioneirismo e inovação” do seu trabalho científico lhe tem valido distinções por parte de diversas entidades nacionais e internacionais. 

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close