Sociedade

Projeto “SEF vai à escola”

O governo português pretende regularizar todas as crianças estrangeiras integradas no sistema educativo português através do projeto "SEF vai à Escola". O objetivo é atribuir ou renovar documentos de autorização de residência de cidadãos estrangeiros
Versão para impressão
O governo português pretende regularizar todas as crianças estrangeiras integradas no sistema educativo português através do projeto “SEF vai à Escola”. O objetivo é atribuir ou renovar documentos de autorização de residência de cidadãos estrangeiros que estudem no país.

“Não há crianças ilegais. Há é crianças que podem não ter documentos. E o que nós temos a fazer é tratar desses documentos, para que não se sintam excluídas”, disse o ministro da Administração Interna Rui Pereira que ontem junto com a ministra da Educação Isabel Alçada, entregaram mais 23 títulos de residência a alunos e família residentes no concelho da Amadora.

A ministra da Educação Isabel Alçada sublinhou a importância da ação que pretende “unir mais as pessoas” numa tentativa para “que todos se sintam bem no nosso país, para que as crianças se sintam acolhidas e integradas nas escolas”.

O projeto “SEF vai à escola” tem âmbito nacional e está em acção desde Dezembro de 2009.  

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close