Cultura

Produtora portuguesa volta a exportar para Hollywood

Depois de "Diário de Sofia", a beActive volta a vender os direitos de produção de uma nova série. "Beat Girl" foi comprada por uma companhia de Hollywood que dará um "remake" do programa.
Versão para impressão
Depois de “Diário de Sofia” ter chegado ao mercado norte-americano, a empresa portuguesa beActive volta agora a vender os direitos de produção de uma nova série. “Beat Girl” foi comprada por uma companhia de Hollywood que deverá fazer um “remake” do programa.
 
“Beat Girl” conta a história da jovem Heather que, após o súbito falecimento da sua mãe, terá de ir viver com o seu pai e o seu meio-irmão. A beActive explica à Lusa que a personagem encontra-se “dividida entre o formalismo da música clássica, legado da sua mãe, e o novo e excitante mundo da música eletrónica”, sendo então obrigada a “descobrir o que realmente quer ser”.
 
Esta é a segunda produção portuguesa a ser vendida para Hollywood, tendo o “Diário de Sofia” sido adquirido pela Sony Pictures Televison, em 2006. A empresa norte-americana Electus é reconhecida a nível mundial pela criação de séries como “O Escritório” e “Betty Feia”, tendo também colaboração com o mercado português com a adaptação do programa televisivo “Peso Pesado”, exibido pela SIC.
 
“O universo ficcional” de Heather é uma criação dos portugueses Nuno Bernardo e Susana Tavares. A produção é destinada ao público juvenil e conta com uma banda sonora de música eletrónica criada pelo DJ português Nuno Carvalho e interpretada pela artista Kátia M, ex-membro da banda Non-Stop.
 
Segunda comunicado enviado à Lusa, a série iniciou a sua distribuição no passado mês de Junho na rede social Pinterest, “tendo-se transformado na primeira série a nível mundial a ser disponibilizada nesta rede”. A beActive refere que “Beat Girl” é “um conceito multiplataforma”.
 
O pioneirismo da produtora portuguesa valeu-lhe a distinção da revista Daily Dot com o título de 8º Perfil Pinterest mais influente desta rede social no ano de 2012. Este projeto teve também uma distribuição no Youtube, que “já atraiu mais de dois milhões de visualizações e um livro editado no Reino Unido e nos Estados Unidos, lido por mais de 500.000 jovens”.
 
A empresa prevê ainda a criação de uma minissérie televisiva e um filme de cinema com o respetivo CD da sua banda sonora. A beAtctive explica que “estes produtos serão comercializados a nível mundial pela norte-americana Content Film”.
 
A série “Beat Girl” estreia em Portugal no próximo mês de Março e serão editados um livro, um jogo para smartphones e um filme que deverá estrear nas salas de cinema nacionais a 9 de Março. No dia seguinte, a produção deverá ainda estrear nas salas do Reino Unido e da República da Irlanda.
 
Segundo a empresa, a beActive é “a primeira e única empresa portuguesa especializada no desenvolvimento e na produção de programas de entretenimento interativo”, direcionando o seu trabalho para as áreas de cinema, televisão, rádio, imprensa, telemóveis e Internet.
 
A produtora especializa-se numa “área do entretenimento focada na criação e distribuição de histórias em múltiplas plataformas”, na qual foi pioneira a nível mundial, em 2003, com a difusão de “Diário de Sofia”. Em 2012, a beActive faturou dois milhões de euros e prevê um crescimento anual em cerca de 20 por cento.
 
[Notícia sugerida por Vítor Fernandes e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close