Inovação e Tecnologia

Primeiro computador português salvo do lixo

O primeiro computador utilizado para investigação em Portugal - e que na altura custava o equivalente a 500 mil euros - foi resgatado da lixeira por um professor universitário dos Açores. A relíquia está no sótão da sua casa, em Angra do Heroísmo.
Versão para impressão
[Imagem: © EPA]

O primeiro computador utilizado para investigação em Portugal – e que na altura custava o equivalente a 500 mil euros – foi resgatado da lixeira por um professor universitário dos Açores. A relíquia está no sótão da sua casa, em Angra do Heroísmo.

“É o modelo PDP 11, de tecnologia norte-americana, com uma disquete com 246K de memória, que foi para a Universidade de Coimbra em 1974 e que, no início dos anos 80, estando destinado à sucata, eu trouxe para Angra do Heroísmo”, revelou Félix Rodrigues, em declarações à agência Lusa.

O professor de Física, Matemática e Ambiente do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores conseguiu “que [o computador] viesse para a universidade açoriana e ali trabalhou três ou quatro anos, mas depois, também devido à evolução tecnológica, o seu futuro era a lixeira”, recorda.

Ao primeiro olhar, o computador tem o aspeto de um camiseiro, sendo que apenas o ecrã deixa entender, ainda que vagamente, que o aparelho tem outras funções. “É um bem histórico”, diz o docente.

Por isso, Félix Rodrigues ainda tentou que o computador “fosse colocado no Museu da Ciência da Universidade dos Açores ou no Museu de Angra do Heroísmo”, mas a ideia não teve acolhimento, pelo que o aparelho “parou no sótão” da sua casa.

“Este modelo, o mais avançado da alta tecnologia norte-americana da época, eficaz em controlo de redes e investigação científica, custava a módica quantia de 650 mil dólares, qualquer coisa como 512 mil euros actualmente”, avança ainda o professor da Universidade dos Açores.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close