Ciência

Pressão cerebral pode ser medida sem abrir crânio

Investigadores da Universidade de São Paulo, no Brasil, desenvolveram uma nova técnica que permite medir a pressão do cérebro sem que seja necessário furar o crânio, além de ser menos dispendiosa que a convencional.
Versão para impressão
Investigadores da Universidade de São Paulo (USP), no Brasil, desenvolveram uma nova técnica que permite medir a pressão do cérebro sem que seja necessário furar o crânio, além de ser menos dispendiosa que a convencional.

Convencionalmente, os médicos perfuram o osso craniano para medir a alteração da pressão cerebral com um sensor, um procedimento que acarreta grandes riscos de infeção. Com a nova técnica é feita uma incisão no couro cabeludo e um sensor é colado no crânio, sem perfurar o osso, reporta a agência Imprensa Oficial.

As informações registadas pelo sensor são lidas no Monitor de Pressão Intercraniana, criado pelos investigadores da USP, onde é analisado o volume do líquido cefalorraquidiano, substância que reveste e protege o sistema nervoso central contra choques, bem como a concentração de sangue e a massa cerebral.

“É muito difícil haver infeção [com este método] e, se houver, será na pele e de fácil tratamento”, refere o farmacêutico-bioquímico Gustavo Frigieri, da USP. “O corte na cabeça pode ser feito em ambulatório e não necessita de centro cirúrgico”, acrescenta.

De fácil utilização para o médico, o monitor também pode ser operado por enfermeiros e equipas de primeiros socorros. No futuro, espera-se que o aparelho também possa ser usado em casa.

O monitor de pressão intracraniana pode salvar vidas em caso de suspeita de aumento da pressão do crânio, como em derrames, tumores cerebrais, traumatismos e hidrocefalia. Até ao momento, já foi testado em oito pacientes do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, com sucesso.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close