Saúde

Prémio para padarias que reduzirem sal

NULL
Versão para impressão

A padaria que produzir o pão com menos sal habilita-se a vencer o Prémio Pão São 2011, promovido pelo Museu Nacional do Pão (MNP), e que tem um valor monetário de 10.000 euros, avança a agência Lusa.

Segundo António Quaresma, diretor do MNP, a padaria que vencer o prémio entregará o valor monetário a uma instituição de solidariedade social, prestigiando assim a empresa escolhida.

O MNP, a Administração Regional de Saúde (ARSC) e a Fundação Portuguesa para a Cardiologia (FPC) preparam em conjunto o regulamento para o concurso.

Políbio Silva, presidente da FPC, referiu à Lusa que desde que surgiu o Pão São no mercado, as padarias reduziram o teor de sal no pão para valores abaixo do que a lei obriga. Na região da Guarda, por exemplo, cerca de 1.000 padarias utilizam quantidades de 0.9 gramas por quilo, quando a lei exige a confecionar o pão com o máximo de 1.4 gramas por quilo.

O presidente da FPC do Centro pretende avançar, em conjunto com a ARSC, para uma campanha de sensibilização junto das cantinas e dos restaurantes para que estes baixem o teor de sal nas sopas. Segundo Políbio Silva, o sal presente habitualmente numa sopa chega para as necessidades de um dia inteiro. 

 [Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close