Sociedade

Pré-escolar: Portugal acima da média da OCDE

A taxa de crianças no pré-escolar em Portugal superou a média da OCDE em 2008, segundo um relatório divulgado esta terça-feira: 72,3% das crianças portuguesas com idades entre os 3 e os 4 anos estão inscritas em estabelecimentos de educação pré-escol
Versão para impressão
A taxa de crianças no pré-escolar em Portugal superou a média da OCDE em 2008, segundo um relatório divulgado esta terça-feira: 72,3% das crianças portuguesas com idades entre os 3 e os 4 anos estão inscritas em estabelecimentos de educação pré-escolar, face à média de 71,5% registada em toda a OCDE.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Ministério da Educação refere que “o resultado alcançado por Portugal beneficia do esforço do Governo e das autarquias na expansão da rede da educação pré-escolar, condição fundamental para o estabelecimento de igualdade de oportunidades no acesso à educação”.

De acordo com o relatório “Education at a Glance 2010”, o número de jovens matriculados, entre os 15 e os 19 anos, atingiu, também pela primeira vez, a média da OCDE, correspondente a 81%.

O Ministério sublinha ainda a “extraordinária evolução de Portugal” no que diz respeito à percentagem de população com o ensino secundário: “47% dos portugueses com idades compreendidas entre os 25 e os 34 anos têm como escolaridade mínima o ensino secundário, mais 3 pontos percentuais do que no ano anterior [2007]”, refere o comunicado.

Outro destaque é dado à dimensão das turmas nacionais; “nos primeiros seis anos de escolaridade, a dimensão das turmas é de 18,6 alunos”, contra os 21,6 alunos da média da OCDE, vantagem que também se verifica no terceiro ciclo do ensino básico, onde, em Portugal, as turmas rondam os 22,2 alunos, enquanto a média da OCDE chega aos 23,7 alunos.

Quanto ao número de alunos por professor, o Ministério lembra que “é dos mais baixos dos países da OCDE” – 11,3 contra os 16,4 para a média da OCDE.
Já no terceiro ciclo do ensino básico, “a relação é de 8,1 alunos por professor, enquanto nos países da OCDE a média se situa nos 13,7”, aponta a tutela, acrescentando que “no ensino secundário, o número de alunos por professor é de 7,3, valor muito distante da média dos países da OCDE (13,5)”.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close