Saúde

Portugueses desenvolvem molhos mais saudáveis

Porque uma boa saúde não tem de implicar abdicar de sabores como os do 'ketchup' ou da mostarda, investigadores portugueses desenvolveram novos molhos com compostos naturais, mais saudáveis e com menos sal, açúcar e gordura.
Versão para impressão
Porque uma boa saúde não tem de implicar, obrigatoriamente, abdicar de sabores como os do 'ketchup' ou da mostarda, fiéis companheiros da 'fast-food', investigadores portugueses apostaram no desenvolvimento de um conjunto de novos molhos com compostos naturais, mais saudáveis e com menos sal, açúcar e gordura. 
 
A inovação insere-se no projeto “Saucealth”, da responsabilidade da Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Católica Porto, que tem por objetivo desenvolver novos molhos, mais seguros e benéficos para a saúde com recurso a soluções “antimicrobianas e antioxidantes naturais”.
 
Em comunicado, a ESB explica que, no âmbito deste trabalho, realizado em parceria com a empresa Mendes Gonçalves, foram desenvolvidas novas fórmulas de molhos – 'ketchup', mostarda e maionese – com compostos naturais.
A atuação ESB no projeto passou, principalmente, pelo apoio científico à seleção dos ingredientes utilizados na confeção dos molhos e pela validação de todas as propriedades nutricionais e segurança das formulações. 
 
“A equipa de investigação apostou na utilização de compostos como extratos naturais citrinos, quitosana ou diacetato sódio (vinagre em pó) que, além de garantirem a segurança necessária ao prazo de validade, demonstraram assegurar um produto de elevado valor sensorial”, revela instituição de ensino superior.
 
Alguns dos compostos utilizados permitiram, também, segundo os cientistas envolvidos no projeto, “garantir uma atividade antioxidante relevante de elevada proteção do produto final”, sem que o sabor fosse comprometido.
 
Os investigadores procuraram, também, adequar estes novos molhosàs exigências nutricionais atuais. Com recurso a novas tecnologias (nomeadamente à emulsão dupla e aos aditivos naturais já mencionados), foram desenvolvidas formulações com reduzido teor de sal, gordura e açúcar. 
 
Segundo a ESB, a “parceria entre a Mendes Gonçalves – empresa com elevada experiência no desenvolvimento de formulações inovadores no mercado – e a Católica Porto demonstra, uma vez mais, como a ligação das empresas às universidades é crucial na criação de produtos inovadores para o consumidor”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close