Cultura

Português recria azulejaria em locais inesperados

Diogo Machado, ilustrador e artista de rua, dedica-se a recriar mosaicos da azulejaria tradicional portuguesa nos locais menos esperados, como por exemplo caixas de eletricidade. A sua última intervenção foi no Largo de São Paulo, em Lisboa.
Versão para impressão
Diogo Machado, ilustrador e artista de rua, dedica-se a recriar mosaicos da azulejaria tradicional portuguesa em locais inesperados como caixas de eletricidade. A sua última intervenção foi no Largo de São Paulo, em Lisboa, e mereceu destaque no site internacional Bored Panda.

Diogo, ou AddFuel (o seu nome artístico), é licenciado em Design Gráfico e durante alguns anos trabalhou como designer em Portugal e na Alemanha.

Em 2007 decidiu tornar-se artista visual e ilustrador freelancer, sendo neste ano que começou a criar estes mosaicos inspirados nos azulejos presentes em grande parte dos edíficios portugueses, explica o artista numa publicação naquela comunidade online. 

“Em 2008 tive oportunidade de fazer um projeto em Cascais, de onde sou. Queria fazer alguma coisa que definisse a história do local e que também me identificasse como português”, recorda Diogo.

Nessa altura, “estava a trabalhar como ilustrador freelancer – o que ainda faço atualmente – e pensei que poderia utilizar o meu universo de ilustração bizarro para formar um padrão de azulejo português. Visualmente, o resultado foi tão bom que senti que era uma coisa que necessitava de explorar”, confessa.

Para Diogo, é “importante refletir” sobre as tradições do país, na medida do seu significado e de como se podem preservá-las. Mas, além de preservá-lo, o artista ambiciona, também, levar este símbolo cultural além-fronteiras.

Prova disso é que, em 2014, levou até à Tunísia estes “azulejos” portugueses através do projeto “Djerbahood”, organizado por uma galeria francesa, a Galerie Itinerrance, sob a direção do artista tunisino Mehdi Ben Cheikh. 

No âmbito da iniciativa, que pretendeu mostrar ao mundo “que a liberdade de expressão, o turismo e a arte de rua têm florescido na Tunísia desde a Primavera Árabe de 2011”, o artista português decorou paredes na pequena aldeia tunisina de Er-Riadh.

Veja AQUI mais trabalhos de Diogo Machado.

Notícia sugerida por Vítor Fernandes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close