Ciência

Português em grupo mundial de inovação tecnológica

O engenheiro Luís Redondo vai integrar a maior associação mundial de inovação tecnológica, o Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), tornando-se no primeiro português a fazer parte do comité técnico permanente na área da Potência Pu
Versão para impressão
O engenheiro Luís Redondo vai integrar a maior associação mundial de inovação tecnológica, o Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE), tornando-se no primeiro português a fazer parte do comité técnico permanente na área da Potência Pulsada.

Luís Redondo irá “fazer a ponte” entre a Europa e os Estados Unidos na difusão da potência pulsada, uma modalidade da física nuclear ainda pouco explorada em que desenvolve o seu trabalho.

Em declarações ao portal Ciência Hoje, o engenheiro português manifestou a sua satisfação por “ser reconhecido dentro da área” em que trabalha e por esta ser uma importante oportunidade para “difundir a importância da potência pulsada e as suas aplicações”, desde a medicina à esterilização alimentar.

A IEEE, associação sem fins lucrativos sediada nos Estados Unidos, contava já com a colaboração de 395 mil engenheiros oriundos de mais de 160 países, avança o portal Ciência Hoje.

Luís Redondo lidera ainda o único grupo técnico de potência pulsada da Península Ibérica e está atualmente a dirigir dois projetos de investigação no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close