Ciência

Português desvenda genoma de rato imune a cancro

NULL
Versão para impressão
Um investigador português, da Universidade de Liverpool, concluiu o primeiro estudo completo sobre a sequência do genoma do rato-toupeira-nu, descobrindo que este animal possui uma resistência especial a doenças – nomeadamente a cancros – e também parece imune à velhice, podendo vir a contribuir para o estudo do envelhecimento humano.  

Segundo o jornal Público, esta investigação envolveu as mais recentes tecnologias de sequenciação genética da Universidade de Liverpool e do Centro de Análise do Genoma de Norwich, ambos no Reino Unido.

A equipa que realizou este estudo foi liderada por João Pedro de Magalhães, um jovem investigador português.

O Heterocephalus glaber, mais conhecido por rato-toupeira-nu, vive cerca de três décadas, quando um rato normal vive apenas quatro anos, e aparentemente é imune a doenças como cancro e sem apresentar, também, sinais de envelhecimento.

Os cientistas estão a analisar o que leva o animal a resistir às doenças o que pode explicar porque motivo alguns seres, nomeadamente os humanos, são mais suscetíveis a doenças como o cancro.

Os resultados estão também a ser disponibilizados à comunidade científica. “O rato-toupeira-nu fascina os cientistas há muitos anos”, sublinha o jovem investigador citado pelo jornal Público.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e Teresa Teixeira]  

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close