Saúde

Português cria sistema portátil que deteta cancro

Um investigador português está a desenvolver um sistema portátil para detetar o cancro da mama que poderá vir a ser utilizado em centros de saúde ou consultórios, detetando a doença sem recurso a biopsia.
Versão para impressão
Um investigador do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) está a desenvolver um sistema portátil para detetar o cancro da mama. Este sistema simples poderá vir a ser utilizado em centros de saúde ou consultórios médicos, detetando a doença sem recurso a biopsia. 
 
O sistema assenta num biossensor eletroquímico portátil que pretende analisar uma pequena amostra de sangue do paciente e, assim, detetar a presença de substâncias associadas ao cancro da mama. 
 
“Só é preciso analisar o sangue, não é preciso biopsia, é um procedimento muito simples”, explicou Hendrikus Nouws, professor adjunto do ISEP e investigador responsável pelo projeto, à agência Lusa, esta segunda-feira. 
 
A ideia principal é que o sistema não seja muito caro e que tenha um tamanho equivalente aos mecanismos utilizados para medir a glicose em diabéticos, de forma a ser possível descentralizar a deteção do cancro da mama dos hospitais. 
 
Nesta primeira fase do projeto, os ensaios foram feitos em amostras sintéticas. Só na próxima fase é que serão aplicados, efetivamente, em doentes reais para a validação do sistema até ser possível a sua comercialização. 
 
Os resultados preliminares serão apresentados esta terça-feira, numa conferência no auditório principal do  Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO-Porto), pelas 15 horas.
 
A investigação, que se encontra na sua fase inicial, está a ser desenvolvida desde 2009 pelo ISEP através do Grupo de Reação e Análises Químicas, em parceria com o IPO-Porto.
 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close