Fitness & Bem-estar

Portugal vai ter primeiro hotel do chocolate em 2014

É já em 2014 que deverá abrir o primeiro hotel português dedicado ao chocolate. Em Viana do Castelo, o espaço da antiga fábrica de chocolate "Avianense" vai ser reaproveitado e transformado num hotel temático de quatro estrelas.
Versão para impressão
É já em 2014 que deverá abrir o primeiro hotel português dedicado ao chocolate. Em Viana do Castelo, a antiga fábrica de chocolate “Avianense” vai agora ver o espaço reaproveitado e transformado num hotel temático de quatro estrelas. 
 
Do histórico edifício fabril já só resta a fachada, mas a partir de 1 de Abril de 2014, o cenário será completamente diferente. Em declarações à agência Lusa, Goretti Silva, gerente da empresa “Na Rota do Chocolate”, disse que a reconversão da antiga fábrica já está em curso e vai permitir a abertura do hotel no dia em que aquela unidade completaria 100 anos. “É uma data emblemática que pretendemos assinalar com a abertura do novo hotel”, aponta.
 
Com o nome “Fábrica do Chocolate”, o hotel temático de quatro estrelas representa um investimento de 3,4 milhões de euros, dos quais 2,2 milhões são comparticipados por fundos comunitários, através de uma candidatura que os promotores apresentaram ao Instituto do Turismo.
 
“É um conceito inovador em Portugal e mesmo em termos internacionais não há muitos hotéis deste género a funcionarem no espaço de uma antiga fábrica também de chocolate. Aqui estamos a falar de um exemplo de arqueologia industrial”, explicou Goretti Silva.
 
Além do alojamento, com 18 quartos, o empreendimento terá ainda uma área de restauração com capacidade para 50 pessoas, um centro interpretativo dedicado ao chocolate que incluirá maquinaria que restou da antiga fábrica, uma loja 'gourmet' e ainda tratamentos de chocoterapia com cacau e chocolate.
 
A fábrica de chocolates “Avianense” foi declarada falida a 24 de setembro de 2004, lançando para o desemprego 48 trabalhadores.
 
A marca “Avianense”, bem como os equipamentos e a frota da empresa, foram arrematados, por cerca de 150 mil euros, por um empresário que em agosto de 2005 retomou o fabrico dos chocolates em Durães, Barcelos, onde ainda é feito.
 
O espaço que albergou a produção de chocolate durante mais de 90 anos, em pleno centro da cidade de Viana do Castelo, ficou entretanto devoluto e acabou por ser demolido, à exceção da fachada do edifício principal, classificada e datada do início do século XX.
 
“Vamos manter a fachada porque será o elemento de ligação entre as duas realidades. O fabrico de chocolate que aqui existia e a nova utilização, enquanto hotel, restaurante e centro interpretativo, que passará a ser dada ao espaço”, sublinhou a gerente, estimando a criação de 19 postos de trabalho com este investimento. 

Notícia sugerida por Carla Neves

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close