Fitness & Bem-estar

Portugal surpreende a cada esquina, diz jornal dos EUA

Portugal oferece soluções para todos os gostos e surpreende a cada esquina, diz a jornalista Alice Short, do jornal Los Angeles Times.
Versão para impressão
Do luxo moderno e requintado oferecido por alojamentos como o hotel Pestana Palace, em Lisboa, ao espírito medieval da Pousada do Castelo, em Óbidos, Portugal oferece soluções para todos os gostos e surpreende a cada esquina, diz a jornalista Alice Short, num artigo divulgado na sexta-feira passada no jornal Los Angeles Times.
 
Para os turistas que hesitam entre o luxo de um palácio ou o ambiente rústico de um castelo, Alice Short garante que em Portugal “é possível ter as duas coisas”.
 
Depois de fazerem uma visita à filha, que estuda em Madrid, a jornalista e o marido decidiram aproveitar a oportunidade para conhecer a Península Ibérica, embarcando numa viagem entre Bilbao e Lisboa.
 
A primeira estadia foi em Lisboa, no hotel Pestana Palace, onde o antigo e moderno se conjugam numa opolência requintada que deslumbrou a jornalista. Alice não poupou, também, elogios ao pessoal do hotel sempre “cuidadoso e atencioso”, respeitando o descanso e a privacidade dos hóspedes.

Embora tenha passado apenas dois dias em Lisboa, o casal ainda visitou a Sé, o castelo de S. Jorge, a zona de Belém, provou a típica ginjinha e experimentou um prato de bacalhau, regado com vinho verde, no restaurante 5 Oceanos, nas Docas de Sto. Amaro.

Depois, Alice e o marido viajaram um pouco mais para Norte, instalando-se num hotel da vila de Óbidos que, de acordo com a jornalista, tem tanto de rústico como de encantador.
 

“Não há nada como um forte para fazer fluir a imaginação”, diz a jornalista referindo-se à Pousada do Castelo, um alojamento que, como descreve, fica no interior desta vila medieval cercada por uma muralha.
 
Depois de ter percorrido as ruas da vila, e até de ter provado a famosa ginja local, a jornalista admite que Óbidos está um pouco invadido pelas tentações turísticas, como as lojinhas de 'souvenirs', mas que mesmo assim preserva o ambiente original daquelas “ruas por onde já passaram reis e rainhas, trovadores e cavaleiros, artesãos e malabaristas”.
 
No final da viagem, a jornalista confessa que ficou “triste por ter de abandonar” o “seu” castelo e voltar para Lisboa. “Mas já prometemos que um dia voltaremos para governar de novo”, graceja a jornalista na conclusão do artigo.
 
Pode ler o artigo completo AQUI (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close