Sociedade

Portugal entre os 35 melhores países para envelhecer

Portugal está entre os 35 melhores países do mundo para envelhecer, ocupando a 34ª posição da tabela, liderada pela Suécia, Noruega e Alemanha, e divulgada pela organização HelpAge International.
Versão para impressão
Portugal está entre os 35 melhores países do mundo para envelhecer, ocupando a 34ª posição da tabela, liderada pela Suécia, Noruega e Alemanha, e divulgada pela organização HelpAge International.

Entre os 91 países que integram a lista do 'Índice Global de Envelhecimento 2013', Portugal surge na 17ª posição no campo da segurança de rendimentos (pensões, níveis de pobreza), 29ª na área da saúde, 76ª a nível do emprego e educação e 37ª em termos de adaptação do meio ambiente (acesso a transportes públicos, liberdade cívica e segurança física). Em termos globais, o país ocupa o 34º lugar.
 

Entre os 10 melhores países para envelhecer constam a Suécia, Noruega, Holanda, Canadá, Suíça, Nova Zelândia, Estados Unidos, Islândia e Japão. Nos lugares finais da lista estão o Paquistão, Tanzânia e Afeganistão.
 
Elaborado pela organização HelpAge International e financiado pelo Fundo Mundial de População das Nações Unidas, o estudo abrange 89% dos idosos de 91 países e consiste no primeiro índice que mede a qualidade de vida e de bem-estar das pessoas idosas em todo o mundo.

Segundo o mesmo, atualmente, o número de pessoas com mais de 60 anos (mais de 800 milhões de pessoas em 2012) supera, atualmente, as crianças com menos de cinco anos a nível mundial, prevendo-se que em 2050 ultrapasse os menores de 15 anos. 
 

Em 2030, as pessoas com mais de 60 anos irão representar 16% da população mundial, subindo para 22% em 2050. “A exclusão e a discriminação etária continuam a estar presentes em todos os países e são dois dos maiores obstáculos para satisfazer as necessidades das pessoas idosas”, destacou a presidente da HelpAge International, Isabel Martínez, à Lusa.
 
Como tal, para a responsável, “é preciso que o envelhecimento seja tido em conta nas agendas nacionais” e este índice “oferece uma melhor compreensão sobre a qualidade de vida das mulheres e dos homens que envelhecem”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close