Sociedade

Portugal e Espanha unem-se para promoção turística

Esta quinta-feira, foi assinado um protocolo com vista a ações conjuntas de promoção de Portugal e Espanha em mercados alvo. O mesmo surge no seguimento do acordo de cooperação assinado entre os dois países em 2006 e vai apostar em função de mercados
Versão para impressão
Esta quinta-feira, foi assinado um protocolo com vista a ações conjuntas de promoção de Portugal e Espanha em mercados alvo. O mesmo surge no seguimento do acordo de cooperação assinado entre os dois países em 2006 e vai apostar em função de mercados de mútuo interesse como os EUA, Canadá, China, Japão e Coreia do Sul.
 
“Em 2006 foi assinado um acordo de cooperação entre Espanha e Portugal e, agora, penso que chegou a hora de lhe dar concretização”, anunciou Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado do Turismo, em conferência de imprensa. “O objetivo deste plano que hoje aqui assinamos é o de ter um plano de ações conjuntas para o ano de 2014, cumprindo esse mesmo acordo de cooperação”. 
 
Nas reuniões preparatórias à assinatura do protocolo, o responsável e a sua homóloga espanhola, Isabel Borrego Cortes, trataram desde já de identificar mercados alvo para estes planos de ações conjuntas. São exemplos os EUA, Canadá, China, Japão e Coreia do Sul.
 
“São mercados intercontinentais, onde nem Portugal nem Espanha têm uma posição dominante, e mercados que são conhecidos por trazer turistas que viajam por vários países enquanto se deslocam à Europa”, afirmou o governante luso.
 
Por seu lado, os produtos prioritários vão ser o turismo de cidade, de natureza, cultural e gastronomia. “Quer um instrumento, quer o outro protegem a identidade dos nossos países, a singularidade dos nossos destinos, e permitem criar a cooperação e a escala necessárias para que Portugal e Espanha possam continuar a usufruir do bom período turístico que vivem e que se deve evidentemente à qualidade dos nossos destinos”, afirmou.
 
Mesquita Nunes esclarece que que não se trata de uma promoção conjunta da Península Ibérica e sim de ações “para ganhar escala”, sendo que, para o ano, será definido o novo plano de ações.
 
Quanto ao investimento a ser feito, o mesmo terá “em conta cada uma das ações [definidas] e está limitado aos orçamentos dos dois países”, sendo que não haverá um orçamento dedicado a este protocolo.
 
O governante disse ainda estar “certo” de que “a cooperação entre Portugal e Espanha com este respeito mútuo se poderá fortalecer não só do ponto de vista da promoção, mas do ponto de vista da cooperação institucional” na forma como os dois países vão “reagir às várias novidades e mudanças que o setor do turismo enfrenta”.
 
Já a secretária de Estado do Turismo de Espanha disse também que a assinatura deste protocolo de promoção conjunta entre Portugal e Espanha “é um privilégio para a administração turística espanhola”, tendo por base “mercados que interessam e com potencial”.
 
A responsável espanhola acrescentou que para “os dois países o setor do turismo é muito importante” no contributo que tem para as economias, lembrando ainda que tanto para Portugal como para Espanha “2013 foi um ano importante, com o setor a cumprir todas as expectativas”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close