Desporto

Portugal é campeão europeu de atletismo adaptado

A Seleção Nacional de Atletismo Adaptado sagrou-se campeã da Europa em homens e senhoras durante o 7.º Campeonato da Europa de Pista Coberta INAS para atletas com deficiência intelectual. Os atletas portugueses conquistaram 25 medalhas.
Versão para impressão
A Seleção Nacional de Atletismo Adaptado sagrou-se, este fim-de-semana, campeã da Europa em homens e senhoras durante o 7.º Campeonato da Europa de Pista Coberta INAS para atletas com deficiência intelectual. Os atletas portugueses conquistaram um total de 25 medalhas na competição que decorreu em São Petersburgo, na Rússia.
 
A equipa encerrou com brio a sua participação no campeonato da Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS), conquistando, no último dia, a oitava medalha de ouro, alcançada na estafeta feminina dos 4×400 metros por Raquel Cerqueira, Maria Sousa, Maria Graça Fernandes e Ana Filipe, que conseguiram a melhor marca do ano (3.42.38). 
 
De acordo com a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD), Portugal, representado por 14 atletas, conquistou oito medalhas de ouro, oito medalhas de prata e nove bronzes.
 
Graças a estes resultados, a equipa portuguesa terminou a competição na liderança da classificação coletiva por nações no setor masculino com 77 pontos (seguida da França, com 64, e da Espanha, com 45) e foi, também, a grande vencedora do setor feminino, somando 61 pontos e posicionando-se no primeiro lugar, à frente da Turquia, com 29, e da República Checa, com 26.
 
As medalhas de prata foram conquistadas por Ana Filipe nos 60m Barreiras com 12.01 (recorde pessoal), Inês Fernandes no peso com 11.70 meros, Érica Gomes no salto em altura com 1.51 metros (melhor marca da época) e Lenine Cunha, também no salto em altura, com 1.72 metros (melhor marca da época).
 
Quanto aos “bronzes”, foram garantidos por por Lenine Cunha nos 60 metros barreiras com 8.83, Ana Filipe nos 800 metros com 3.10.50, Cristiano Pereira também nos 800 metros com 2.00.89 (melhor marca do ano), Carlos Lima nos 200 metros com 24.27 (24.13 na meia-final – melhor marca da época) e na estafeta masculina dos 4x400m constituída por António Monteiro, Cristiano Pereira, Lenine Cunha e Carlos Lima com 3.42.38 (melhor marca do ano).
 
O Campeonato da Europa de atletismo da Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS) contou com a presença de 150 atletas de 10 países. Além de Portugal, participaram, também, Espanha, Estónia, França, Holanda, Itália, República Checa, Suécia, Turquia e Rússia.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close