Sociedade

Porto: Universitários usam Facebook para partilhar carro

Um grupo de alunos da Faculdade de Economia da Universidade do Porto decidiu unir esforços e, a partir de agora, vão passar a partilhar boleias para as aulas. Em pouco mais de uma semana, no Facebook, são já mais de 700 os membros.
Versão para impressão
Um grupo de alunos da Faculdade de Economia da Universidade do Porto decidiu unir esforços e apostar na partilha de carro no transporte para as aulas. Em pouco mais de uma semana, no Facebook, são já mais de 700 os membros que pedem e oferecem boleias.
 
Para passar menos tempo à chuva à espera do autocarro e deixar de andar tanto até ao metro, o 'Boleias AEFEP' está a reunir centenas de estudantes num grupo fechado da rede social Facebook, onde são oferecidas e pedidas boleias para aquela faculdade.
 
Desta forma, quem ia de carro pode, agora, encontrar colegas que façam o mesmo trajeto diário e começar a partilhar as despesas de deslocação. A iniciativa corre 'de vento em popa'e já conquistou inúmeros adeptos, incluindo aqueles que iam de transportes públicos e que, assim, podem encontrar condutores com o mesmo destino, disposto a partilhar o carro.
 
“Como sabemos que grande parte dos estudantes da FEP não são do Porto e usam transportes públicos ou os seus próprios meios para se deslocarem para lá, com o Boleias AEFEP surge a possibilidade de partilhares o teu carro com outras pessoas que morem perto de ti”, lê-se na página daquele grupo. “A ideia é simples, se ofereces ou procuras boleia: cria um post com, obrigatoriamente, local de partida, local de chegada, dia(s) e hora!” 
 
Inspirado por projetos nacionais similares – como o Boleias Porto-Lisboa, o iRide ou o Um Coche -, o 'Boleias AEFEP' nasceu no seio do Departamento do Estudante da Associação de Estudantes da FEP (AEFEP), responsável pela gestão do grupo. 
 
“Nos primeiros dois, três dias chegámos a ter 100 alunos por hora a pedir para aceder ao grupo”, conta em comunicado André Anjo, um dos mentores do projeto, acrescentado que o objetivo é “responder às carências e necessidades do dia-a-dia dos estudantes”.
 
Este é mais um exemplo de que, em Portugal, há cada vez mais a recorrer às boleias partilhas. Clique AQUI para ler a reportagem do Boas Notícias sobre estes movimentos e AQUI para aceder ao grupo Boleias AEFEP.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close