Sociedade

Porto: Torre dos Clérigos vai ser requalificada

Foi anunciado ontem, pela responsável da Direção Regional de Cultura do Norte, que a Torre dos Clérigos, edifício icónico da cidade do Porto, vai começar a ser requalificada em 2013.
Versão para impressão

Foi anunciado ontem, pela responsável da Direção Regional de Cultura do Norte, que a Torre dos Clérigos, edifício icónico da cidade do Porto, vai começar a ser requalificada em 2013. O ano foi escolhido por corresponder ao 250º aniversário do Monumento Nacional.

“Se tudo correr bem, dentro de um ano poderemos a estar a dar início às obras e ter já requalificado alguma coisa, porque podem-se ir promovendo restauros de património móvel”, disse à Agência Lusa Paula Silva, à margem da assinatura de um protocolo para a recuperação da Igreja e Torre dos Clérigos.

A diretora regional da Cultura do Norte defendeu que a Igreja e a Torre dos Clérigos são dos “edifícios barrocos mais importantes do Porto e de Portugal”, mas que precisam de “ser requalificados”.

Paula Silva advoga a necessidade de incentivar o “turismo cultural arquitetónico” do Porto, cidade que conta com dois prémios Pritzker, e recorda que o imóvel classificado como Monumento Nacional e idealizado pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni deve fazer parte desse “leque de oferta”.

O responsável pela Irmandade dos Clérigos, Américo Aguiar, anunciou também que a celebração dos 250 anos dos Clérigos servirá para lançar, entre outras iniciativas, brochuras em vários idiomas sobre a história do monumento e a criação pela Arcádia do bombom “Clérigos”.

“2013 vai ser ano de obra, mas queremos que o 12 de dezembro, dia da sagração da igreja dos Clérigos, possa ser a data para outros eventos”, referiu, acrescentando que também vão ser lançadas várias publicações, designadamente uma de história de arte encomendada ao historiador Francisco Queirós.

Durante a cerimónia de assinatura de protocolo que visa a implementação de um programa de ação para a recuperação, valorização e divulgação da Igreja e Torre dos Clérigos, a Câmara Municipal do Porto, que também assinou o documento, informou que vai ser colocado junto ao edifício um “posto de turismo para intensificar ações de divulgação” e um “ipoint” (ponto de informação” para os turistas acederem a locais a visitar na cidade).

“A Câmara do Porto associa-se à Irmandade dos Clérigos pelo simbolismo. A par do vinho do Porto, é um dos ícones da cidade” e um dos “edifícios mais visitados”, declarou Vladimiro Feliz, vice-presidente na autarquia do Porto.

[Notícia sugerida por Teresa Castro Viana]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close