Negócios e Empreendorismo

Porto: Estudantes vão criar novas empresas tecnológicas

Vai nascer, no Porto, por iniciativa da Universidade Portucalense (UPT), um Núcleo de Empresas Tecnológicas (NET) que permitirá a criação de uma rede de pequenas e microempresas e a criação de novos postos de trabalho para estudantes.
Versão para impressão
Vai nascer, no Porto, por iniciativa da Universidade Portucalense (UPT), um Núcleo de Empresas Tecnológicas (NET) que permitirá a criação de uma rede de pequenas e microempresas e a criação de novos postos de trabalho para estudantes universitários.
 
O projeto NET só vai ser apresentado publicamente esta sexta-feira, mas, de acordo com um comunicado enviado ao Boas Notícias pela UPT, vai arrancar com duas empresas. Até 2017, estima-se que os estudantes daquela instituição universitária venham a criar oito novos negócios. 
 
De acordo com a UPT, esta iniciativa empreendedora tem como objetivo incentivar jovens adultos a gerir empresas e a gerar riqueza no país ainda no decorrer dos anos de formação académica. 
 
Com efeito, as duas empresas de base tecnológica com as quais o NET vai arrancar são ambas criadas por estudantes, prevendo-se que sejam apoiadas pelo estabelecimento de ensino nos seus dois primeiros anos de existência.  
 
Segundo a universidade, ambas as companhias são fruto de projetos inovadores que foram propostos ao Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia (DICT) da UPT. “São duas empresas cujas áreas de negócios estão relacionadas com tecnologias móvel e web e com a área dos serviços”, anuncia Filomena Castro Lopes, diretora do DICT, remetendo mais detalhes para a apresentação oficial do projeto.

Iniciativa vai ser alargada a outro tipo de empresas
 

“Este é o ano de lançamento do NET UPT, mas queremos, doravante, ver nascer empresas no seio da universidade com uma periodicidade anual e vamos alargar esta iniciativa a outro tipo de empresas, não só de base tecnológica, fomentando, no fundo, o cruzamento de áreas de conhecimento da universidade”, antecipa a responsável. 
 
Segundo Filomena Castro Lopes, os dois primeiros projetos empresariais do NET – que defende ser fundamental fomentar o espírito empreendedor desde os tempos de estudante – pertencem a alunos do 1º ciclo de estudos (licenciatura) e a um antigo aluno da universidade.
 
“Mudámos métodos de ensino, lançámos atividades extracurriculares com o objetivo de desenvolver estas competências e até criámos unidades curriculares dentro desta área no mestrado de informática e, por isso, achámos que o próximo passo a dar era este, até porque os nossos alunos já vinham há algum tempo a mostrar capacidades empreendedoras através da participação em vários eventos”, conclui a diretora.
 
O projeto NET vai ser publicamente apresentado em mais detalhe na sexta-feira, 4 de Abril, na Universidade Portucalense, pelas 12.00h.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close