Negócios e Empreendorismo

Portal dos EUA recomenda rota do vinho português

Em termos de rotas vinícolas, a jornalista Katie Hammel, do portal de viagens norte-americano BootsnAll, coloca Portugal ao lado de países como Espanha, França e Itália, salientando que os vinhos e a culinária portuguesa estão "melhores do que nunca"
Versão para impressão
Em termos de rotas vinícolas, a jornalista Katie Hammel, do portal de viagens norte-americano BootsnAll, coloca Portugal ao lado de países como Espanha, França e Itália, salientando que os vinhos e a culinária portuguesa estão “melhores do que nunca”, com especial destaque para os diferentes tipos de vinho do Porto.

No artigo, a jornalista dá especial destaque ao vinho do Porto, cuja história e processo de fermentação descreve pormenorizadamente, referindo as suas origens no remoto século XVII, altura em que os ingleses, em guerra com a França, procuraram nas terras do Douro maneira de substituir os vinhos franceses.

Katie Hammel recomenda uma visita às caves do vinho do Porto, em Vila Nova de Gaia, referindo o passeio pela ponte de ferro Dom Luís I, construída pela equipa de Gustave Eiffel. “Aqui encontrará dezenas de casas de vinho do Porto, das mais turísticas às menos conhecidas”, lê-se no artigo.

O texto refere ainda os diferentes tipos de vinho de Porto – Branco, Ruby e Tawny – e respetivos preços, sublinhando que estes valores variam drasticamente dependendo se o vinho é novo, velho ou vintage.

A jornalista acrescenta que “tradicionalmente o vinho do Porto é servido depois de jantar, acompanhando queijos, chocolates ou fruta”. Já o vinho do Porto branco, “é servido como aperitivo, antes de jantar”.

Ginjinha e outras iguarias

A jornalista salienta que, ao contrário de outros destinos vinícolas mais procurados na Europa, Portugal continua pouco explorado, sendo possível escapar a multidões de turistas, e refere outras bebidas tipicamente portuguesas, como a ginjinha, recomendando a visita à mais antiga loja de Lisboa que vende este licor: A Ginjinha, no Largo de São Domingos, Rossio.

“Pode pedir a sua bebida com elas [as ginjinhas] ou sem elas. Para beber como os portugueses, beba pequenos golos lentamente e trinque a ginja quando terminar”, recomenda Katie.

O artigo dedica ainda alguns parágrafos à cerveja portuguesa, destacando a Sagres e Super Bock, e recomenda algumas iguarias típicas como o bacalhau, a linguiça, a farinheira e a tradicional francesinha, que compara vagamente a um croque-monsieur, concluindo que “não há nada melhor do que uma francesinha para aconchegar o estômago depois de algumas cervejas”.

Nos parágrafos finais, a jornalista avisa que “nem todos os vinhos portugueses são vinho do Porto” referindo as 25 regiões vinícolas classificadas como Denominação de Origem Controlada, das quais duas fazem parte do Património Protegido da UNESCO: o Douro e a ilha do Pico, nos Açores.

Clique AQUI para aceder ao artigo original da BootsnAll, incluindo as várias fotografias do Porto e de Lisboa que ilustam o texto.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close