Espetáculos e Exposições

Ponte da Barca vai ser capital da música folk e celta

Nos próximos dias 10 e 11 de Agosto, Ponte da Barca vai transformar-se na capital da música folk e celta acolhendo a 5ª edição do Festival Folk Celta, que anualmente tem levado até ao concelho artistas nacionais e internacionais de elevada qualidade.
Versão para impressão
Nos próximos dias 10 e 11 de Agosto, Ponte da Barca vai transformar-se na capital da música folk e celta acolhendo a 5ª edição do Festival Folk Celta, que anualmente tem levado até ao concelho artistas nacionais e internacionais de elevada qualidade.
 
Este ano, o cartaz do evento, que conta com o apoio da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal e da Rádio Difusão Portuguesa (RDP), inclui nomes portugueses, polacos e espanhóis e oferece ainda aos visitantes uma feira alternativa que acompanhará os dois dias de espetáculo.
 
De acordo com Vassalo Abreu, presidente da autarquia, o festival, a realizar na Praça Terras da Nóbrega (antigo Campo da Nucha) é uma das apostas do atual executivo barquense, tendo por objetivo “a divulgação do património tradicional e cultural do concelho, que tem fortes ligações à cultura celta”, um papel semelhante ao que desempenham os Congressos Transfronteiriços de Cultura Celta levados a cabo desde 2006.
 
O Festival arranca na sexta-feira com um espetáculo teatral no Largo do Curro (às 21.30h) ao qual se seguirá um concerto dos portugueses Magmell, cujas raízes passam principalmente pela música irlandesa, celta e ibérica. 
 
À banda nacional seguem-se os Briganthya, músicos do País Basco que pautam as suas obras com um “casamento perfeito entre o rock, a pop e a música folk e celta” e o encerramento do primeiro dia ficará a cargo dos polacos Beltaine, numa “mistura explosiva de improviso, espontaneidade, paixão e uma interação permanente com a audiência”. 
 
O segundo dia de festival contará com os nomes de José Barros e Navegante com Isabel Silvestre, Rui Júnior e José Manuel da David, que permitirão ao público revisitar grandes temas do cancioneiro tradicional português e outros originais.
 
Na mesma noite subirão ao palco os galegos Quempallou, com mais de 10 anos de existência enquanto banda, que em Ponte da Barca apresentarão o seu novo álbum “Vellas Novas”. O encerramento do festival vai ser em português com a atuação dos portuenses Pé na Terra.
 
Paralelamente aos espetáculos musicais, quem passar pelo festival poderá visitar uma Feira Alternativa onde poderá experimentar Yoga, Reiki e massagens terapêuticas, acupunctura, danças orientais e de outras partes do mundo e ainda adquirir produtos alternativos. 
 
Os espetáculos têm início às 22.00h e o bilhete diário tem um custo de 3€. Os interessados podem também optar por comprar um bilhete para os dois dias que, se adquirido previamente, custa 5€. 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close