Sociedade

Polícia portuguesa encontrou a bicicleta do Chinês

A polícia portuguesa encontrou a bicicleta de Eric Feng, o chinês que, o ano passado, pedalou até Lisboa pelas energias limpas e a quem roubaram a 'companheira de viagem' em Sines. Agora, o veículo vai ser enviado de volta para a China.
Versão para impressão
Em Outubro do ano passado, um grupo português no Facebook pedia: “Devolvam a bicicleta ao Chinês”. O Chinês é, se bem se lembra, Eric Feng, um aventureiro que pedalou até Portugal para homenagear dois navegadores históricos e a quem, em Sines, roubaram a 'companheira de viagem' de duas rodas. Agora, a polícia portuguesa encontrou a sua bicicleta e vai enviá-la de volta para a China.
 
Para entender esta história é preciso voltar atrás e recordar a campanha desenvolvida pela Pepper, empresa portuguesa de ativação de marca, para compensar o ciclista pelo seu desaire em terras portuguesas e provar que há muito de bom em Portugal e que é essa a memória que deve ficar na mente dos turistas.
 
Depois de criada a página “Devolvam a bicicleta ao Chinês”, a Pepper conseguiu comprar uma nova bicicleta para enviar a Feng – uma Órbita, com assinatura portuguesa – e convenceu dezenas de portugueses a contribuírem para a iniciativa com produtos lusitanos de excelência, desde chocolates a conservas, passando por imagens de marca como o Galo de Barcelos.
 
Em Janeiro, como o Boas Notícias adiantou, os 'presentes' de Feng chegaram à China, mais precisamente a Kunming, a sua cidade natal. Porém, agora, o Chinês recebeu uma boa notícia, que fez questão de partilhar com todos. 
 
“Um agente da polícia português disse-me que encontraram a minha velha amiga que desapareceu em Sines. Estão a tentar enviá-la de volta para casa. 'Oh Yes!' Obrigada Portugal!”, anunciou Feng, esta quinta-feira, na sua página do Facebook.


Eric Feng divulgou fotos da antiga bicicleta encontrada pela polícia
 

A novidade foi acolhida com muitos 'likes' pelos utilizadores do Facebook e, claro, com grande satisfação dos responsáveis da Pepper, que não demoraram a reagir à descoberta da antiga bicicleta de Feng.
 
“Missão cumprida!”, pode ler-se na página oficial da empresa naquela rede social. “Devolvam a bicicleta ao Chinês, pedimos nós, e agora ela vai ser reencaminhada para a China!”, congratulam-se os mentores da iniciativa, que deixam um conselho: “para que não volte a desaparecer, é melhor deixá-la guardada e usar a nossa Órbita”.
 
De relembrar que Eric Feng veio até Portugal, onde chegou em Outubro de 2012, após seis meses de pedaladas, para promover as energias limpas e homenagear dois navegadores históricos: o seu conterrâneo Zheng He e o português Infante D. Henrique. 
 
O projeto, que demorou três anos a ser planeado, permitiu a Feng atravessar 10 países: China, Rússia, Estónia, Lituânica, Letónia, Polónia, Alemanha, França, Espanha e Portugal, onde terminou a jornada, depois de dormir em pousadas e casas de membros de uma rede mundial que alberga cicloviajantes.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close