Negócios e Empreendorismo

Pera rocha: 90 mil toneladas vendidas ao estrangeiro

As exportações de pera rocha do Oeste aumentaram de 84 mil toneladas na campanha de 2009/2010 para 90 mil toneladas em 2010/2011, revelou, esta quarta-feira, a Associação Nacional dos Produtores de Pera Rocha (ANP).
Versão para impressão
As exportações de pera rocha do Oeste aumentaram de 84 mil toneladas na campanha de 2009/2010 para 90 mil toneladas em 2010/2011, revelou, esta quarta-feira, a Associação Nacional dos Produtores de Pera Rocha (ANP).
 
Os dados da campanha de 2010/2011 da ANP, a que a agência Lusa teve acesso, revelam que foram produzidas 223 mil toneladas em Portugal, 115 mil das quais pelos seus associados. Destas, 90 mil foram vendidas no mercado externo, sobretudo no Brasil, Reino Unido, França, Rússia, Alemanha e Polónia. 
 
Em declarações à Lusa, Sofia Comporta, secretária-geral da ANP, que, esta quarta-feira, premeia os melhores produtores da campanha num evento no Bombarral na presença da ministra da Agricultura, esclareceu que “o ano de 2011 foi um ano de superprodução, facilitada por condições climáticas favoráveis em comparação com 2010”.
 
Segundo a responsável, apesar da conjuntura internacional desfavorável ao consumo, o aumento das exportações é justificado, entre outros fatores, com o aumento da capacidade de armazenamento dos sistemas de conservação em frio.
 
Sofia Comporta explicou ainda que a campanha deste ano (2012/2013) será emblemática, porque, mesmo com uma quebra de 50% na produção, a desvalorização dos preços no mercado nacional leva os produtores a exportar mais para atenuar os aumentos dos custos de produção.

ANP espera aumentar a internacionalização da pera
 

A secretária-geral da ANP adiantou também que a associação vai sensibilizar a ministra Assunção Crista com vista ao avanço no sentido de uma internacionalização da pera rocha do Oeste, cujo objetivo será a entrada em novos mercados como os EUA, a Índia, a China e a África do Sul, grandes consumidores que não dispõem de fruta no período do ano em que existe a pera rocha.
 
No total, 99% da pera rocha nacional é produzida nos concelhos da zona oeste de Lisboa, entre Mafra e Leiria, numa área de c ultivo de 11 mil hectares. Os concelhos de maior produção são o Cadaval e o Bombarral, o que deu a esta pera o nome de pera rocha do Oeste.  
 
Segundo a ANP, existem 12.800 hectares de pomares de pera rocha e, por ano, são produzidas, em média, 195 mil toneladas de fruta e faturados 140 milhões de euros. Sendo o quinto maior produtor e consumidor europeu de pera, a par da França, Portugal possui um volume de exportações de 120 mil milhões de euros.
 
Saliente-se que a pera rocha do Oeste possui Denominação de Origem Protegida, o que indica um reconhecimento da qualidade da fruta portuguesa por parte da União Europeia. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close