Ambiente

Penela: Autarquia vai reflorestar área ardida

A Câmara Municipal de Penela quer reflorestar os 1700 hectares de florestas que arderam nos incêndios que deflagraram há duas semanas. O plano de recuperação envolve a intenção de substituir os eucaliptos que proliferavam na região por plantas autóct
Versão para impressão
A Câmara Municipal de Penela quer reflorestar os 1700 hectares de florestas que arderam nos incêndios que deflagraram há duas semanas. O plano de recuperação envolve a intenção de substituir os eucaliptos que proliferavam na região por plantas autóctones.

“O que vamos fazer é um plano para reflorestar a área ardida, identificando o que ardeu e as espécies a plantar”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara, António Alves. 

 
Plantas como o castanheiro, o carvalho e o medronheiro, características do local, deverão por isso substituir o mato e os eucaliptos que arderam em Penela.
 
“Não queremos que o eucalipto acabe definitivamente (no concelho), mas vamos sugerir aos proprietários que façam a reflorestação com espécies autóctones”, disse o autarca. 
 
O plano de reflorestação que está a ser preparado, acrescentou, irá incluir regras como a delimitação do espaço mínimo que deve existir entre as árvores e as habitações e da rede viária.
 
“Devia haver um plano de ordenamento da floresta, que precisa de ser ordenada e cadastrada. Há muitos terrenos que ninguém sabe de quem são”, criticou o autarca de Penela, que diz “desconhecer por que razão se encontra suspenso” o Plano Regional de Ordenamento da Floresta para o Pinhal Interior Norte. 

De acordo com a autarquia, os incêndios dos dias 28 e 29 de Março consumiram, no total, cerca de 1700 hectares de floresta, quase todos pertencentes a propriedades privadas.

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close