Em Destaque Fitness & Bem-estar

“ I love Pilates” – O Pilates e eu

Conheça os exercícios que podem ser realizados no pós-parto, trazendo benefícios para a retoma ao exercício físico
Versão para impressão
por Filipa Custódio, Diretora Técnico Profissional de Desporto

Desde tenra idade que sempre soube o que gostaria de fazer quando “fosse grande”. Era a típica maria rapaz, sempre pronta para brincar às casinhas com as meninas, mas o que gostava mesmo era de andar de bicicleta, jogar à bola ou subir às árvores com os rapazes. Na altura tinha “bichos carpinteiros”, comigo não havia sossego. Hoje em dia, seria claramente hiperativa. Desta forma, o meu percurso académico foi natural e espectável, tirei o curso que sempre quis, que sempre me “encheu as medidas”, licenciei-me em Educação Física e Desporto.

Adoro o que faço. Sou instrutora de fitness, gosto de aprender e evoluir para poder ajudar na evolução dos meus alunos, população adulta, que valoriza muito a nossa atividade, o nosso empenho, havendo resultados muito visíveis quando há esforço e dedicação.

A minha área preferencial no fitness, sempre se prendeu com atividades aeróbias, de alta intensidade, de grande gasto energético, especialmente as aulas de hidroginástica, no entanto, esta atividade tão desgastante não era acompanhada com fortalecimento muscular geral adequado o que originou problemas musculares e articulares, essencialmente ao nível de joelhos e coluna, devido ao alto impacto dos exercícios.

Há 6 anos, após uma gravidez de gémeos, durante a qual não exerci o meu trabalho, senti necessidade de retomar rapidamente hábitos de treino, mas essencialmente, realizar exercícios que me aliviassem as terríveis dores lombares e cervicais que tinha, mas com 2 bebés recém-nascidos a disponibilidade temporal, física e mental, não era realmente muita.

Foi nessa altura, que encontrei a solução, a prática de Pilates, “um método que alia corpo e mente saudável com o objetivo de obter um organismo melhor”.

De um modo geral, os benefícios do Pilates para o corpo são muitos, cito alguns:

– aumento da flexibilidade

– aumento da resistência física

– melhoria da coordenação muscular e motora

– melhoria da postura e da respiração

– aumento da tonificação muscular

– alívio de dores musculares

– fortalecimento dos músculos abdominais

– equilíbrio de todas as funções do corpo

Para além de trabalhar os aspetos corporais, o Pilates promove o bem-estar dos seus praticantes, através de exercícios de respiração, alongamento e relaxamento, que aliviam a ansiedade e stress, mas também devido à libertação de dopamina e serotonina, hormonas responsáveis pelo prazer e referido bem-estar, há uma melhoria do controle emocional de quem o pratica.

Tinha sido mãe há pouco tempo e encontrei a prática de exercício ideal, relaxando corpo e a mente.

Mas a prática regular de Pilates, complementou também a minha área profissional, sentindo muitas melhorias na minha condição física e na execução das minhas aulas.

O meu corpo começou a modificar-se, tornou-se mais tonificado, mais forte, mais flexível, porque todos os exercícios de Pilates englobam a maioria dos músculos do corpo, trabalhando num só exercício, musculaturas diferentes, originando um corpo mais alinhado, forte, flexível e equilibrado, sentindo durante as aulas menor gasto energético e menor risco de contrair lesões.

Os movimentos realizados durante o Pilates proporcionam um alongamento e fortalecimento que podem parecer simples, mas agem no corpo de forma integrada e individualizada.

Por ser um método tão completo e abrangente, a prática de Pilates tem benefícios para grávidas, idosos, crianças, homens, mulheres, atletas, indivíduos com patologias na coluna, com hipertensão, com Doença de Parkinson e para emagrecimento (iremos noutras edições especificar estes temas).

As aulas de Pilates são planeadas com o intuito de desenvolver um conjunto de exercícios que propiciem a integração da mente, corpo e espírito. Essa integração é muito importante, pois só assim o indivíduo é capaz de ter o controlo completo do próprio corpo.

 

Nas imagens estão um leque de exercícios que podem ser realizados no pós-parto, trazendo benefícios para a retoma ao exercício físico e reforço muscular para a recente mãe, essencialmente a nível lombar, abdominal e pélvico.

Realize sempre os seus exercícios e aulas com um profissional qualificado, ou sozinho se conhecer muito bem os exercícios que irá realizar e se tiver noção das suas limitações e consciência corporal.

Saiba mais em www.facebook.com/thegirlnextdoor.fromportugal

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close