Desporto

Paraciclista português ganha dois ouros em Abu Dhabi

O paraciclista português Luís Costa conquistou, este fim-de-semana, duas medalhas de ouro durante a mais recente ronda do Circuito Europeu de Handbike, que decorreu em Abu Dhabi.
Versão para impressão
O paraciclista português Luís Costa conquistou, este fim-de-semana, duas medalhas de ouro durante a mais recente ronda do Circuito Europeu de Handbike (prova de categoria C1 da União Internacional de Ciclismo), que decorreu em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. 
 
O atleta paralímpico da equipa WS2 – Quinta da Lixa – Jetclass entrou em bom plano na prova e, “apesar de um pouco adoentado e das rajadas de vento na ordem dos 35 km/h”, terminou o contrarrelógio da ronda de Abu Dhabi com um minuto e quatro segundos de vantagem sobre o segundo classificado, o espanhol José Vicente Diago, medalhado olímpico em Pequim 2008.
 
“O esforço dispendido chegou para vencer”, congratulou-se Luís Costa na sua página oficial do Facebook, acrescentando que, no sábado, o pódio ficou completo com Mark van Extergem, da Bélgica, que assegurou a terceira posição. 
 
Na tarde deste domingo, o paraciclista português voltou a subir ao pódio depois de vencer, também, a prova de fundo da mesma ronda. “Dobradinha! Nova vitória, desta vez na prova de fundo, esta tarde aqui em Abu Dhabi. E com direito a claque de portugueses! Não podia ter corrido melhor”, confessou o atleta. 


Atleta fez questão de frisar, na legenda da fotografia que partilhou com as suas duas medalhas de ouro, que “os homens não se medem aos palmos” © Luís Costa/Facebook (Reprodução)
 

Luís Costa admitiu estar “de rastos” depois de três corridas em dois dias, mas não hesitou em dizer aos seus seguidores que “valeu a pena”. “Os homens não se medem aos palmos. Duas douradinhas”, escreveu ainda na sua página, onde publicou uma fotografia com as suas medalhas e um sorriso visivelmente satisfeito.
 
Recorde-se que Luís Costa, que ocupa, atualmente, a 5.ª posição do 'ranking' mundial da União Internacional de Ciclismo na classe de deficiência H5, foi o primeiro atleta a representar Portugal nos Mundiais de Paraciclismo, em 2014.

No mesmo ano, sagrou-se Campeão Nacional de Paraciclismo (classe H5) nas especialidades de contrarrelógio, fundo, perseguição em pista e contrarrelógio em pista.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close