Sociedade

Papa diz que Igreja deve pedir "desculpa" a ‘gays’

Após a sua visita à Arménia, o Papa Francisco realizou uma pequena conferência durante o seu voo de regresso a Roma, onde afirmou que a Igreja "não deve descriminar" a comunidade gay e relembrou que, de acordo com o Catecismo católico, devemos sempre
Versão para impressão
A Igreja “não deve descriminar” a comunidade 'gay', disse este domingo o Papa Francisco relembrando que, de acordo com o Catecismo católico, devemos sempre “respeitar” os outros.

O alto representante da Igreja fez estas declarações durante o seu voo de regresso a Roma, após uma visita à Arménia.
 
O Papa disse que se podem condenar alguns comportamentos "ofensivos para os outros" mas “não por razões ideológicas”. Contudo, se "uma pessoa tem boa vontade e procura Deus", "então não há razão para julgar", independentemente da sua orientação sexual.
 
Quando questionado sobre a necessidade da Igreja pedir “desculpa” aos homossexuais, o Papa respondeu que os cristãos devem fazê-lo não só "àquela pessoa que é gay e que foi ofendida" mas também “aos pobres, às mulheres e às crianças exploradas”.

Papa felicita aceitação dos divorciados
 
O Papa, de 79 anos de idade, recordou que quando era criança havia uma mentalidade católica “fechada” na sua cidade natal de Buenos Aires, onde era mal visto entrar na casa de divorciados. “Mas a cultura mudou, graças a Deus.”
 
“Como cristãos devemos pedir desculpas não só sobre este assunto”, acrescentou. “Devemos pedir perdão por ter abençoado tantas armas" e por não ter "acompanhado muitas famílias”.
 
No fim do discurso, o pontífice reforçou a ideia de que as "desculpas" não bastam, é também preciso procurar o "perdão". “Devemos orar para que o Senhor possa acabar com as ervas daninhas e para que haja mais grão.”

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close