Sociedade

Pão vai ter menos sal a partir de agosto

A partir do dia 12 de agosto a venda de pão com menos sal vai passar a ser obrigatória, segundo anunciou o diretor-geral de saúde Francisco George. A redução de sal no pão vai "ter reflexos na pandemia de hipertensão arterial, a maior de todas", afir
Versão para impressão
A partir do dia 12 de agosto a venda de pão com menos sal vai passar a ser obrigatória, segundo anunciou o diretor-geral de saúde Francisco George. A redução de sal no pão vai “ter reflexos na pandemia de hipertensão arterial, a maior de todas”, afirmou o mesmo responsável.

O projeto de lei aprovado estabelece que o teor máximo de sal no pão, após confeccionado seja de 1,4 gramas por 100 gramas de pão (ou seja, 14 gramas de sal por quilo de pão).

A Direcção-Geral de Saúde pretende apoiar os panificadores que têm um período de um ano para se adaptarem.

“Numa perspetiva pedagógica, vamos pôr as panificadoras a pedalar neste sentido e prepará-las” para as novas normas, sintetizou Francisco George ontem ao jornal PÚBLICO na cerimónia de entrega no Prémio Nacional de Saúde.

Um estudo de 2007 caraterizou o pão português como dos mais salgados da Europa. Na alimentação em geral, os portugueses consomem o dobro da quantidade diária de sal recomendada pela OMS (cinco gramas).

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close