Gastronomia

Ovos-moles de Aveiro têm selo de qualidade

O doce conventual típico da cidade da ria tornou-se no primeiro produto de doçaria a ser certificado em Portugal. A partir de agora, os ovos-moles são comercializados com uma espécie de "selo de qualidade", para que os consumidores saibam que estão a
Versão para impressão
O doce conventual típico da cidade da ria tornou-se no primeiro produto de doçaria a ser certificado em Portugal. A partir de agora, os ovos-moles são comercializados com uma espécie de “selo de qualidade”, para que os consumidores saibam que estão a comprar o produto genuíno e confecionado de acordo com todas as normas.

A certificação vem impedir a falsificação do doce regional, já que o “o selo que um código de barras e está numerado, portanto, não dá para falsificar”. Os produtores regionais são, desta forma, salvaguardados e, por isso, a medida é aplaudida por ana Soeiro, secretária-geral da Qualifica (Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses).

“Todos ficam a ganhar: o país, que vê uma peça do seu património cultural reconhecida; os produtores, que vêem o seu trabalho compensado; e os consumidores, que passam a ter a certeza do que estão a comer”, explica ao jornal Público.

Rui Almeida, gerente da Fabridoce, fábrica que produz cerca de 70 toneladas de ovos-moles por ano, também concorda: “Além de todas as garantias de qualidade, este selo poderá levar a combater esse receio que muitos consumidores tinham de comprar ovos-moles fora de Aveiro”.

“Existiam casos de produtores que faziam creme de ovos, tipo o creme da bola-de-berlim, e vendiam como ovos-moles. Agora acabou”, revela ainda ao Público.

O número de confeitarias ou unidades de produção já sujeito ao processo de auditorias para a obtenção da certificação ascende a um total de quinze.

A adesão é voluntária, mas Francisco Silva, presidente da Associação de Produtores de Ovos Moles (APOMA), acredita que todos os associados (mais de 30) acabarão por avançar para a certificação, até porque só quem apresentar um produto devidamente certificado pode vender o seu doce com a designação ovos-moles de Aveiro. Caso contrário, a única solução passa por escolher outra designação para o produto.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close