Mundo

ONU: Ajude a escolher o que quer mudar no mundo

Muitas são as ocasiões em que gostaríamos que a nossa opinião tivesse maior peso nos rumos do mundo e na sua transformação num lugar melhor. Agora, uma nova iniciativa da ONU permite a cada um de nós dizer o que é mais importante mudar.
Versão para impressão
Muitas são as ocasiões em que gostaríamos que a nossa opinião tivesse maior peso nos rumos do mundo e na sua transformação num lugar melhor. Agora, uma nova iniciativa da ONU permite a cada um de nós dizer o que é mais importante mudar. As prioridades mais votadas serão, depois, debatidas pelos líderes internacionais aquando da definição da agenda global.
 
A Organização das Nações Unidas acaba de lançar a “My World” (O Meu Mundo, em português), uma pesquisa a nível mundial que convida os indivíduos a escolher quais são, entre 16 hipóteses possíveis, as questões que podem fazer uma maior diferença nas suas vidas e que mais precisam de receber a atenção dos governos de todo o planeta.
 
Entre as opções a votos estão, por exemplo, a existência de maior honestidade na governação, o “acesso a alimentos de qualidade”, a “igualdade entre homens e mulheres”, a “eliminação do preconceito e da discriminação”, a “proteção a florestas, rios e oceanos”, o “combate às alterações climáticas”, a “melhoria dos serviços de saúde” ou uma “educação de qualidade”.
 
Além de poderem votar nas opções disponibilizadas, os participantes podem ainda sugerir uma prioridade que considerem particularmente importante, uma possibilidade que, segundo a ONU, tem como objetivo “capturar os temas recorrentes que podem ter sido perdidos” numa primeira análise.


 

A organização explica que “a pesquisa é anónima”, sendo que os cidadãos devem apenas fornecer informações sobre género, idade, nível de educação e país “para permitir a desagregação dos dados” e a apresentação, aos grupos de decisão, de “um quadro global mais preciso dos pensamentos” dos participantes.
 
Até 2015, a ONU vai procurar “envolver o maior número de pessoas e países possíveis”, “cidadãos de todas as idades, géneros e origens e, particularmente, pessoas com baixos rendimentos e comunidades marginalizadas do mundo”.
 
Os resultados serão, depois, compartilhados com o secretário-geral da entidade e com os líderes globais durante a preparação da próxima agenda de desenvolvimento mundial. “Conte-nos sobre o mundo que quer. Levante a sua voz!”, apela a ONU no site do projecto. 
 
A votação pode ser efetuada online através do site http://www.myworld2015.org nos vários idiomas oficiais da ONU (entre os quais o português), através das redes sociais e também por telemóvel (nomeadamente por SMS e por meio de números de telefone gratuitos).
 
Em alternativa, os interessados poderão ainda escolher as suas prioridades
“offline”, por via do preenchimento de uma versão impressa do questionário que tem sido distribuída por comunidades religiosas, grupos de jovens, entidades do setor privado e parceiros de organizações não-governamentais do mundo inteiro.

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close